Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

O plenário/pleno aprova destinar 2,6 milhões de euros num pacote de obras de melhoria

Terá atuações para o cemitério e no alcatroado, entre outras

C.H.
12/07/2019

 

Luz verde para destinar 2,6 milhões de euros em diferentes atuações de melhoria no património da cidade. O plenário/pleno municipal acordou ontem, com a abstenção do PP e os votos a favor do resto de grupos, as Investimentos {Financieramente} Sustentáveis ({IFS}) para 2019, bem como o processo de crédito para o financiamento destas juntamente com o suplemento de crédito para a amortização de dívida com cargo ao superavit.

O presidente da Câmara Municipal, Antonio Rodríguez Osuna, recordou que o superavit municipal de 2018 foi de 4.950.000 euros, dos que por lei temos de destinar 1.662.000 euros a amortizar a dívida financeira e diminuiriam 3.288.000 euros para os investimentos sustentáveis. A equipa de governo propôs aprovar-les em duas fases, uma delas através do plenário/pleno de ontem com o pacote de propostas do governo municipal, enquanto a outra fase que recolherá as propostas dos grupos da oposição/concurso público se levará a plenário/pleno o 29 de Agosto.

Dos 3,2 milhões de euros para as {IFS}, ontem se levou a plenário/pleno a aprovação de 2.677.600 euros para diferentes atuações: Melhoria do campo de futebol do estádio Romano (27.100 euros), a aquisição de dois varredoras e um camião elétrico para o cemitério (33.900), a construção de {nichos} e melhorias no campo-santo (280.000), a realização de capas de {rodadura} em várias ruas da cidade (500.000), um campo de futebol de relva artificial no bairro de São Andrés (385.200), a reforma das salas acústicas no conservatório (34.000), o levantamento de um muro de encerramento na zona desportiva da {Corchera} (20.000), o encerramento com malha de pista no polidesportivo de María Auxiliador (21.700), a aquisição dos terrenos {dotacionales} na avenida Via da Prata (250.000) e a aquisição dos terrenos dotações do convento das {Concepcionistas} (847.000).

Os grupos da oposição/concurso público mostraram-se favoráveis das investimentos propostos pelo plantel/elenco de governo, ao considerá-las que eram positivas para a cidade, mas à espera de que no próximo plenário/pleno também se aprovem as suas. Por seu lado, o PP absteve-se em sua votação das {IFS} apesar de reconhecer que os projetos que se apresentavam «são positivos», no entanto, não estão de acordo com a ordem de prioridades, já que seu grupo teria estabelecido outro que atendesse mais «à situação das bairros».

Sobre/em relação a este ponto, Osuna agradeceu o apoio dos grupos às investimentos e lhes indicou que terão até finais da semana que vem para apresentar as suas propostas, pelo menos as que impliquem medições no projeto, que deverão de levar-se a cabo pelos técnicos. Cabe destacar que na sessão plenária também se acordou que o governo local passe de ter de sete a nove vereadores libertados na nova legislatura, se informou de que se mantêm as retribuições dos integrantes da corporação e se leu o escrito/documento de renúncia do exvereador Rafael España. Também, se deu conta dos relatórios de intervenção e tesouraria do primeiro trimestre do ano.

As notícias mais...