+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A ocupação hoteleira alcança um 83% durante o carnaval romano

Os apartamentos turísticos registam um 100% durante o passado fim-de-semana . As atenções nas postos de turismo aumentam num 70% desde/a partir de 2015

 

Um momento da celebração do concurso de copla monumental, o passado sábado no templo de Diana. - EL PERIÓDICO

REDACCIÓN merida@extremadura.elperiodico.com MÉRIDA
27/02/2020

A taxa de ocupação hoteleira em Mérida durante o carnaval se situou em torno do 83% e os apartamentos turísticos alcançaram o 100% de ocupação o fim-de-semana. A delegada de Turismo, Pilar Amor, analisou ontem em conferência de imprensa os dados registados durante a celebração do carnaval romano. Segundo detalhou, desde que este plantel/elenco de governo está à frente do Câmara Municipal as atenções nas postos de turismo em carnaval aumentaram num 69,23%. Neste ano, se contabilizaram 3.965 atenções, das que o 80% foram a turistas nacionais e o 20% a internacionais, o que supõe um 4,89% mais de turismo estrangeiro que em 2019.

Os visitantes nacionais procediam na sua maioria de Andaluzia (27,42%), Madrid (20,53%) e Castela León (17%) enquanto os estrangeiros eram de Portugal (68,06%), França (7,35%) e Argentina (4.44%). «{Destacamos} um aumento de visitantes do 30,77% em relação a 2018, já que no 2019 coincidiu com a ponte de Andaluzia», destacou. Por seu lado, o consórcio da cidade monumental registou 6.831 visitantes ao conjunto/clube histórico.

A rota da tampa/petisco de carnaval alcançou um impacto de mais de 46.000 interações em redes sociais, um 34,79% mais que no passado ano. A delegada de Festejos, Ana Aragoneses, destacou o «êxito de participação em todas as atividades que se têm incluído no programa deste ano do carnaval romano». «Temos vivido o pregão mais numeroso das últimas duas décadas com uma praça/vaga de Espanha a abarrotar e recuperado o concurso de copla monumental com a presença de centenas de pessoas no templo de Diana», manifestou a vereadora.

«Como Câmara Municipal não queremos um carnaval que seja um {macro} botellón, queremos uma festa cheia de eventos para que o usufruam todas as idades. Temos vivido o carnaval mais participativo na rua com uma recuperação do meio-dia em cada uma das jornadas», sublinhou Aragoneses, quem destacou o êxito de participação do Terça-feira de Carnaval.