Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

A Câmara Municipal investirá 450.000 euros em instalações desportivas

O estádio romano, María Auxiliadora e a {Corchera} também se verão beneficiados. Boa parte desta quantia será para um campo de relva artificial em São Andrés

LYDIA SÁNCHEZ
12/07/2019

 

El presidente da Câmara Municipal, Antonio Rodríguez Osuna, anunciou ontem que o governo municipal investirá mais de 450.000 euros em matéria de instalações desportivas. Estas obras se levarão a cabo com cargo ao superavit de quatro milhões de euros obtido no exercício económico de 2018. A despesa se enquadra dentro dos 2.677.600 euros destinados a realizar investimentos {financieramente} sustentáveis que devem executar-se antes de que termine 2019. A maior parte desse quase meio milhão de euros se destinará à criação de um novo campo de relva artificial no bairro de São Andrés, embora também se efetuarão melhorias nas instalações desportivas de A {Corchera}, na pista coberta de María Auxiliadora e no estádio Romano.

Com este investimento, a Câmara Municipal quis assumir seu acordo/compromisso de criar e melhorar diversas infraestruturas desportivas que poderão usufruir não só/sozinho os vizinhos/moradores e clubes da localidade, mas também os centros educativos públicos. Osuna quis salientar que no projeto de obra do novo campo de relva artificial de São Andrés se tem encarregado um acesso direto para que os alunos do centro de educação especial Casa da Mãe e da escola Pablo Neruda, ambos localizados na mesmo bairro, possam utilizá-lo durante a manhã. Trata-se de a sétima instalação desportiva de relva artificial na cidade e a câmara municipal destinará para esta intervenção um total de 385.200 euros. El primeiro vereador indicou que se levar a cabo durante este primeiro ano da legislatura.

El resto da quantia não se destinará à criação de novas instalações desportivas, mas à melhoria das já existentes. Nas do bairro de A {Corchera} se procederá a construir um muro perimetral que substituirá o encerramento metálico que as delimitam para conseguir uma maior segurança, segundo confirmou ontem o regedor municipal. Também se cercarão a pista coberta e a que está ao ar livre que se encontra em María Auxiliadora.

Com este acondicionamento, a Câmara Municipal pretende dar-lhe valor a umas infraestruturas que «em muitas ocasiões não têm tido o melhor trato por parte da cidadania», declarou o presidente da Câmara Municipal. Neste sentido, no estádio Romano se levarão a cabo diversas obras de aperfeiçoamento e melhoria das {diferemtes} infraestruturas. A mais relevante/preponderante consistirá em criar uma rede perimetral de rega e um sistema de drenagem para a evacuação das águas pluviais atuando sobre/em relação a uma superfície superior aos 8.000 metros quadrados.

As notícias mais...