Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 23 de septembro de 2017

As trovoadas voltam a {anegar} vários pontos da cidade

M. L. MÉRIDA
29/08/2017

 

As duas cargas de água que caíram ontem à tarde na cidade voltaram a causar inundações em vários pontos, embora não se registaram danos ao nível de os ocasionados no domingo passado em {Proserpina}. Os bombeiros registaram vários avisos por jangadas de água em pontos «habituais», entre eles a avenida de As {Américas} (face ao prédio do SES), a avenida da Liberdade ou Juan Carlos I, onde se formaram grandes jangadas que dificultavam o passo de veículos.

Entretanto, em {Proserpina} aos poucos tudo volta à normalidade após a trovoada do passado domingo, que provocou danos materiais e que quatro pessoas tivessem que ser atendidas por Cruz Roja. Um dos mais afetados foi o quiosque ‘Jarro {Proserpina}’. Ontem de manhã se arranjaram alguns estragos e foram os peritos das seguradoras para avaliar os danos. O encarregado do local, Daniel Andúgar, mostrou-se muito contente/satisfeito pelo apoio recebido nestes dias e assegurou que seu único objetivo é voltar à normalidade e emprestar «o melhor serviço possível» aos seus clientes.

Mas a forte trovoada de domingo não afetou só/sozinho a {Proserpina}. A bairros de São Agustín e Tenro {Galván} permaneceram sem fornecimento elétrico desde as 14.30 horas até as 2 da madrugada aproximadamente. O presidente da associação de vizinhos/moradores de São Agustín, Francisco García, encarregado de chamar à companhia elétrica, assegura que recebeu um «mau tratamento» e confirmou que porão uma queixa. Segundo García, a empresa não aproximou-se até à zona até as 6 da tarde para tentar pôr solução.

Por seu lado, desde o bairro Tenro {Galván} ,o presidente da associação, Manuel Rivero, lamenta que este tipo de problemas sejam «habituais» no bairro cada vez que há uma trovoada pela proximidade do transformador e exigirão à companhia elétrica a colocação de um pararaios para evitar estas avarias.

As notícias mais...