Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

3.000 habitações/casas/vivendas de Nova Cidade melhorarão o fornecimento elétrico

A obra arrancará em Fevereiro e tem um prazo de execução de umas seis semanas. Endesa vai a soterrar 410 metros de cabo em média tensão com um investimento de 74.000 {€}

ROCÍO ENTONADO
14/01/2020

 

A companhia elétrica Endesa vai a melhorar o fornecimento de umas 3.000 habitações/casas/vivendas de Nova Cidade com o {soterramiento} de 410 metros de cablado em média tensão na zona da avenida das {Américas}, Antonio Campos Hoyos e o próprio hospital, que também se verá beneficiado. O investimento prevista é de 74.000 euros e as obras começarão em Fevereiro com um prazo de execução de umas seis semanas, segundo informou ontem a companhia, que indica além disso que com esta atuação também se acometerá uma melhoria tecnológica das linhas.

O Diário/jornal Oficial da Extremadura (DOE) publicou ontem o anúncio da Conselheria de Transição Ecológica e Sustentabilidade pelo que submete ao trâmites de informação pública a petição/pedido de autorização administrativa prévia do projeto. Segundo se detalha, está promovido por {Edistribución} e sua finalidade é a «melhoria da qualidade de fornecimento de energia elétrica». Concretamente, se soterrarão 410 metros de cablado em média tensão entre as avenidas das {Américas} e Antonio Campos Hoyos, uma zona que também inclui ao hospital. Segundo recolhe/expressa o anúncio, para este projeto não é de aplicação nenhuma trâmites de avaliação de impacto ambiental, de acordo com o estabelecido na legislação vigente.

Por isso, de conformidade com o estabelecido no Decreto 221/2012, se põe fim ao trâmites ambiental com a resolução assinada pelo chefe do serviço de Ordenação Industrial, Energética e Mineira de Badajoz, Juan Carlos Bom Robusto. Não obstante, dado que se vêem afetados bens e direitos de titularidade privada e pública, o projeto se faz público para conhecimento geral, e especialmente dos titulares cujos bens ou direitos pudessem ver-se afetados. Assim, a documentação relativa ao processo poderá consultar-se durante os próximos 20 dias úteis para apresentar alegações.

Obrigada/obrigado mais de 3.000 fornecimentos se verão beneficiados por esta obra que supõe também uma melhoria tecnológica das linhas de distribuição, indica Endesa.

As notícias mais...