El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 20 de novembro de 2017

O outlet ‘vende’ polémica

A imagem do cartaz anunciador do evento desata as críticas de Mérida Participa, ao considerar que fomenta «os estereótipos machistas», e a equipa de governo reclama ao organizador que o retire

CARMEN HIDALGO 13/09/2017

Um cartaz promocional com a imagem de três mulheres assinalando um sapato de salto como reclamo para fomentar as compras desata a polémica. A {cartelería} em questão fazia parte da campanha de promoção do segundo Outlet Urbano 2017 da cidade, um evento comercial que começa hoje e que se prolongará até ao próximo sábado para que os comerciantes possam dar saída a seus artigos oferecendo descontos de entre um 40% e um 70%. A notícia teria que ter sido a celebração do outlet, no entanto, o cartaz anunciador tornou-se em protagonista e tem tido que ser retirado.

Após dar-se a conhecer ontem o cartaz por parte da Câmara Municipal emeritense, o grupo municipal Mérida Participa (Podemos) pediu sua retirada por «fomentar os estereótipos machistas», já que no seu entender, ao representar a três mulheres comprando põe «em valor o {rol} de que é a mulher quem compra» enquanto não aparece nenhum homem.

Em consequência, o grupo reclamou à Delegação de Igualdade, através de uma nota de imprensa, que assumisse «medidas e responsabilidades para que não se repitam estas situações». A formação {morada} considera que é «uma vergonha» que uma câmara municipal que «há/faz pouco mais de um mês apresentou uma campanha contra as agressões sexistas», agora «lanço um cartaz no qual expõe à mulher com claros {roles} de género».

Perante estas críticas, a equipa de governo replicou que a Câmara Municipal «não é o organizador deste evento, nem é quem tem elaborado o cartaz onde se reflete uma imagem estereotipada e sexista das mulheres». Segundo explicou em nota de imprensa, o outlet foi organizado pela associação de comerciantes da cidade, e a câmara municipal só/sozinho «apoia e facilita a ocupação da via pública».

O Governo municipal reclamou à associação a retirada do cartaz e já se fez efetiva uma nova imagem para promover o evento. Neste sentido, lamenta que Podemos queira «uma curiosidade privada para atacar à Câmara Municipal de Mérida e suas políticas de igualdade de género», ao entender que a formação está a fazer «demagogia».

Apoio ao comércio

Nesta nova edição do Outlet Urbano, os cidadãos poderão usufruir de descontos de até um 70% nalguns produtos. Segundo o Governo local, a celebração deste evento é uma mostra do interesse/juro por «apoiar ao comércio» da cidade como «impulsor da economia».

Os requisitos exigidos aos comerciantes foram a manutenção duma «uniformidade» que garanta o carácter corporativo, para além de que o género à venda seja «atual», já que se trata de permitir-lhes que lhe dêem saída «ao material recente e não extemporâneo ou velho, pois não se trata de um feira».