El Periódico Extremadura | Sábado, 19 de agosto de 2017

Una cacerenha na corte de Sánchez

Belén Fernández, vereadora socialista da Câmara Municipal de Cáceres, foi nomeada secretária executiva de cooperação ao desenvolvimento no último congresso H Fernández Vara presidirá o conselho de política federal e José Luis Quintana, o de presidentes da câmara municipal

REDACCIÓN epextremadura@elperidococ CÁCERES 19/06/2017

Fue a surpresa do congresso federal do PSOE. A cacerenha Belén Fernández fará parte da comissão executiva federal socialista. Não é a única extremenha que entra a fazer parte da equipa de Pedro Sánchez, Guillermo Fernández Vara, presidente da Junta, e José Luis Quintana, presidente da Câmara Municipal de Don Benito.

A cacerenha é vereadora da Câmara Municipal cacerenha e agora ostentará o cargo de responsável de secretária executiva de cooperação ao desenvolvimento. Em declarações a este diário/jornal, Fernández mostra seu «orgulho» pelo nomeação de seus companheiros e aplaude a «presença extremenha» na cúpula socialista após o congresso federal. Põe a manifesto seu «ilusão/motivação» perante um projeto «apaixonante». Nesse sentido, destaca que «Espanha sempre foi referente em cooperação ao desenvolvimento» e lamenta que «este área tem desaparecido nos anos do governo que leva o PP». De facto, Fernández anuncia que manterá uma primeira reunião com organizações e agências de cooperação extremenhas em breve e prevê reunir-se com coletivos a nível nacional a curto prazo.

A responsável também faz balanço do congresso federal socialista. «Foi um encontro como faz tempo não tinha». Fernández destaca uns meses convulsos, destaca que o PSOE deu exemplo de «exercício democrático» e extrai que deste encontro «sai um jogo/partido mais unido que nunca». «Este é um projeto com o que nos sentimos muito identificados», conclui.

A cacerenha completa a lista de três extremenhos no órgão de decisão socialista. Por seu lado, José Luis Quintana presidirá o conselho de presidentes da câmara municipal e tal como se conhecia desde há uns dias, Guillermo Fernández Vara presidirá o Conselho de Política Federal. Num comunicado, o PSOE da Extremadura congratulou-se e mostrou seu «satisfação» pela representatividade regional. Por seu lado, em declarações aos meios em Madrid, Fernández Vara também valorizou que tenha três representantes da federação da Extremadura e reconheceu que «sempre é difícil fazer uma integração e que toda a gente fique contente/satisfeito», mas acredita que «se fez um esforço».