El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

E.{Leclerc} paga 31 dias por ano trabalhado aos 52 despedidos

REDACCIÓN ALMENDRALEJO 20/11/2019

O hipermercado E.{Leclerc} Almendralejo fechará definitivamente as suas portas o próximo 31 de Janeiro, após a campanha de Natal, e os trabalhadores que serão despedidos já alcançaram um acordo definitivo com a empresa para resolver o {ERE} {extintivo}, que afeta 52 pessoas que têm fechado um acordo para receber 31 dias por ano trabalhado.

Além disso, se lhes oferece a possibilidade de recolocar-se em algum dos centros de E.{Leclerc} em Espanha, embora temos de {recordar} que na Extremadura só/sozinho têm um mais, o de Trujillo.

Dos 52 afetados por este cesse da atividade, dez pessoas tinham um contrato temporal, enquanto as outras 42 o tinham indefinido, muitos deles com antiguidade de 10 anos, justo o tempo que levava aberto o hipermercado em Almendralejo.

A queda/redução de vendas e as contínuas perdas económicas foram o motivo esgrimido pela empresa para o fecho, embora, segundo tem podido saber este jornal, já teria um comprador para os terrenos e instalações.

O resto de negócios (até seis, entre eles uma ótica e uma loja de roupa) que funcionam dentro ainda não têm decidido se seguirão/continuarão ou terão que procurar nova localização.