El Periódico Extremadura | Domingo, 20 de outubro de 2019

Espanha tem sua ARTE

Política, cultura e música são os temas preferidos da cadeia {francoalemana}

MANUEL DE LUNA 30/07/2019

Embora o atual panorama audiovisual indique o contrário, em Espanha sim existe uma imensa minoria que sintoniza com outro tipo de televisão. A que emite ARTE, cadeia {francoalemana} dedicada a oferecer uma programação cultural {panaeuropea}. E desde que este prestigioso canal incorporou no 2015 uma site com uma seleção (aberta e gratuita) do melhor de sua grelha legendada em castelhano, o interesse/juro dos espanhóis por ARTE se tem incrementado de maneira espetacular.

«No que vai de ano, a site arte.{tv}/é tem uma média/meia de mais de 200.000 vídeos vistos ao mês, em todo o mundo, mas o 80% é desde Espanha», afirma {Raquel} Santos, responsável da edição e a comunicação da web de ARTE em espanhol. «A maioria das visitas são de Madrid, Catalunha, Andaluzia e Valência, as quatro comunidades mais povoadas de Espanha».

Ao ser uma televisão que só/sozinho se oferece por internet legendada em castelhano, também tem um seguimento bastante importante em Hispano América, embora menor que em Espanha. «O 10% dos vídeos vistos são principalmente de México, Argentina e Colômbia», assinala Santos.

Estas audiências não se podem comparar com as cifras que move a televisão convencional, tanto/golo por seu conteúdo como por seu suporte, mas sim é muito significativo o seu crescimento: «No 2018, ARTE em espanhol experimentou um crescimento do 117% em comparação com o 2017», explica Santos, quem salienta o interesse/juro que desperta esta oferta audiovisual: «{Contactamos} diariamente com nossas comunidades em Facebook (quase 300.000 seguidores) e Twitter (17.300). Em geral, são comentários positivos e entusiastas».

«Desde Espanha, as poucas queixas se referem ao facto/feito de que ARTE não está disponível na televisão tradicional», reconhece Santos. Isso sim, em Espanha se tem uma melhor oferta legendada que em Hispano América. «Desde ali nos pedem que todos os programas estejam disponíveis em seus territórios, e não só/sozinho o 50%, como é o caso atual», explica a responsável da edição e a comunicação da web de ARTE nesta língua.

Do importante catálogo audiovisual ao que se tem acesso legendado em espanhol, Santos enfatiza que os gostos de sua audiência em Espanha são «muito variados, embora os usuários mostram um interesse/juro particular por Política e sociedade, Cultura, as categorias com mais produção em arte.{tv}/é».

Também, relata que «os documentários sociais, geopolíticos e de investigação são especialmente apreciados pelo público de ARTE em espanhol».

Para além desta categoria/escalão, Santos destaca que os usuários de ARTE em espanhol «valorizam especialmente a música clássica», e põe como exemplo o êxito que obteve o concerto {Zubin} {Mehta} e {Khatia} {Buniatishvili} interpretam {Chaikovski} e {Schumann}. Esta produção recolhe/expressa o processo combina da pianista {Khatia} {Buniatishvili} e do diretor de orquestra {Zubin} {Mehta} nas salas de concertos mais importantes do mundo, começando por {Georgia}, país da pianista.