Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017

Um em cada quatro lares da região não está assegurado

REDACCIÓN MÉRIDA
11/09/2017

 

O 75,4% das habitações espanholas e o 77% das extremenhas não tem um convicto de lar, o que significa que um em cada quatro lares ainda não está protegido, segundo dados do relatório/informe anual do patronato do seguro espanhol, {Unespa}. Quanto à distribuição geográfica, existem diferenças entre as diferentes comunidades autónomas, com maior incidência no norte peninsular e menos nas regiões insulares, enquanto, por tipo de cliente, as casais com filhos são as que mais contratam estas apólices.

Segundo o relatório/informe ‘Estamos Seguros’ de {Unespa}, o País Basco é a comunidade autónoma que lidera o índice de penetração do convicto de lar, com um 90,2% das habitações, seguido/continuado de Navarra, com um 83,2%, e de Cantabria, com um 82,6%, ao fecho do exercício passado. Seguidamente está Madrid, onde o 80,6% dos lares têm uma apólice, e depois aparecem A Rioja (79,9%), Castela e Leão (78,8%), Catalunha (77,8%), Asturias (77,6%), Múrcia (77,5 %), Extremadura (77%), Comunidade Valenciana (76,3%) e Aragão (75,8%), todas elas acima da média/meia espanhola. Pelo contrário, Canárias é a região com menos habitações asseguradas.

As notícias mais...