Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 2 de abril de 2020

Ultrapassagem da campanha de rega


11/03/2020

 

«Sobem as temperaturas e faz três meses que não vemos uma gota de água, o temos tudo contra», expressa Miguel Leal, presidente da Comunidade de Regantes do Canal de Orellana / Orelhana. Há inquietude pelas restrições que terá que aplicar na próxima campanha de regadio. Como dados significativos: os barragens extremenhas rondam em média o 51% de sua capacidade, que significa três pontos menos que o ano passado e até 20 menos que faz uma década.

Na comunidade de Orellana / Orelhana (que a conformam 60.000 hectares em ambas províncias e mais de 8.000 agricultores) já começaram assembleias informativas para explicar nos povos/povoações que se pode fazer para poupar água (contam com uma capacidade 467 hectómetros no canal). Por exemplo, apostar em variedades de cultivo de ciclo curto e evitar as que sejam de ciclo longo/comprido.

«Vai ser complicado. Vamos ver como evoluem as temperaturas e se chove nos próximos dias», explica Leal, que prevê que tenha que adiantar a campanha de regadio tal como já aconteceu no passado ano, «embora {intentaremos} aguentar até final de mês».

«O habitual -prossegue- era que se {arrancara} o 15 de Abril e a campanha se estendese até ao 15 de setembro. Às vezes temos aguentado até Maio. Mas já nem nos o {planteamos}». R. SÁNCHEZ

As notícias mais...