+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Trânsito interpôs 130 denúncias a 90 autocarros escolares durante o 2019

Quase a metade foi por carecer da necessária autorização especial

 

Um guarda de Trânsito revê a documentação de um autocarro escolar. - EL PERIÓDICO

REDACCIÓN CÁCERES
04/02/2020

A Dirección General de Tráfico (DGT) iniciou ontem uma nova campanha de vigilância do transporte escolar na Extremadura, que durante cinco dias controlará o uso do cinto de segurança, a velocidade, o consumo de álcool e drogas e os tempos de condução, entre outros aspetos.

Na campanha específica realizada em 2019 se controlaram um total de 179 veículos na região e se interpuseram 130 denúncias a 90 camionetas escolaridades, segundo informou ontem a Delegação do Governo. Muitas destas denúncias estiveram relacionadas com questões administrativas, pois 59 delas se produziram por carecer-se da autorização especial ou por não ter-se subscrito o convicto de responsabilidade ilimitada obrigatório.

Portanto, nesta nova campanha os agentes da Guardia Civil incidirão em que as autorizações e documentos sejam os corretos para a prestação do serviço e em que as condições técnicas e elementos de segurança do veículo sejam os exigidos pela regulamento. Tudo isso sem esquecer os requisitos especiais que deve cumprir o próprio condutor, como a autorização de circulação/trânsito ou os tempos de condução e descanso/intervalo.

O incumprimento quanto a tempos não atirou nenhuma denúncia durante a campanha de 2019, como também não outras questões como alcoolemia, consumo de drogas e excesso de velocidade. Não obstante, se insistirá também nestes aspetos, pois a velocidade inadequada e as distrações são as principais causas dos acidentes nos que estão implicados este tipo de veículos.

Por este motivo, se controlará especialmente que o veículo circula à velocidade permitida ou que o condutor não faz uso do telemóvel ou de outros aparelhos eletrónicos que suponham distração. A mobilidade segura dos menores «é uma das prioridades» da Dirección General de Tráfico.