Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 8 de dezembro de 2019

O tomate fechará o ano com recorde de produção e menos {estocaje}

EFE MÉRIDA
02/12/2019

 

O tomate extremenho fechará um ano com muito bons resultados, com dados recorde quanto a produção por hectare e com menos {estoc} de produto, o que além disso ajuda a lutar contra o principal cavalo de batalha do sector: os baixos preços. O disse o presidente da Agrupamento de Cooperativas Agrárias da Extremadura (Acopaex), Domingo Fernández, que assinala que neste ano se registou uma produção de algo mais de dois milhões de toneladas de tomate, uma cifra similar aos valores meios dos últimos anos.

O aspeto mais positivo foi o rendimento por hectare, uns 96.000 quilos em média, 6.000 mais em relação ao passado exercício. Esta situação explica que a produção total se tenha movido em níveis similares ao habitual dos últimos anos apesar de iniciar/dar início's a campanha com menos hectares que em 2018.

A evolução da campanha foi ótima, explicou Fernández, como consequência de um verão sem sobressaltos climatológicos, com ausência de trovoadas e com temperaturas adequadas. Segundo os rendimentos obtidos, o presidente de Acopaex tem advogado por «continuar nesta linha e trabalhar em novas variedades e tecnologia para manter esta tendência».

As notícias mais...