Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

Suspendem a greve de ambulâncias após assumir Don juan melhorias laborais

Os empregados dão uma «trégua» até ao dia 18 à empresa para ver se cumpre. Terá mais pessoal em Atenção Continuada e se controlarão as jornadas de descanso/intervalo

ROCÍO ENTONADO region@extremadura.elperiodico.com MÉRIDA
06/11/2019

 

Trégua no transporte sanitário. Os trabalhadores das ambulâncias têm suspendido temporariamente a greve que iniciaram no passado 1 de Novembro depois de/após que ontem, numa nova reunião mantida em Mérida com a participação do Servicio Extremeño de Salud (SES), a empresa se {comprometira} a assumir algumas das suas petições/pedidos. Entre elas estabelecer cinco condutores por cada dois Pontos de Atenção Continuada (PAC), controlar as jornadas de descanso/intervalo programado ou pagar as dietas nos casos de serviços urgentíssimos emprestados fuera da região.

«A greve não se desconvoca, simplesmente há uma trégua», explicou o presidente do comissão de trabalhadores na província de Badajoz, Víctor Manuel Moreno. Após {recordar} que já anularam uma convocatória de greve porque Don juan comprometeu-se a aplicar umas melhorias laborais que nunca chegaram, agora os trabalhadores se dão de prazo até ao dia 18 para ver se a empresa cumpre o prometido ontem. Se não o faz, estudariam de novo as ações a tomar, mas em qualquer caso Moreno assinala que a concentração que tinham convocada para o dia 24 às portas do hospital São Pedro de Alcántara de Cáceres segue/continua em pé.

Os condutores iniciaram a greve pelo incumprimento do convénio no relativo a jornadas e descansos faz cinco dias. Um desemprego que tem tido uma repercussão «praticamente nula» pelos serviços mínimos decretados, que o comité de greve considerou «uma ludibria». Estes eram do 100% para as urgências e do 75% para o transporte programado e não urgentíssimo, uma cifra que Don juan elevou depois com 40 ou 50 ambulâncias mais das que segundo os sindicatos deviam estar em greve. Mas finalmente ontem, após quatro horas de reunião, parece que se têm sentado os {visos} para alcançar um acordo.

ÚLTIMO ESFORÇO / Num comunicado emitido ontem à noite após o encontro, Don juan se felicitou pela «suspensão temporal» da greve. Segundo disse, esta suspensão se produz em reposta à última proposta lançada, que supõe «uma aposta clara pela estabilidade e melhoria laboral da plantel/quadro». Concretamente, o aumento de trabalhadores indefinidos «seguindo/continuando a política de estabilidade no emprego transferida na semana passada»; uma melhoria sensitiva dos turnos de trabalho dos Pontos de Atenção Continuada (terá cinco trabalhadores por cada dois centros e nalguns casos algum mais, segundo explicou o presidente do comité), e «trabalho conjunto/clube para mudar as férreas estruturas do transporte sanitário na Extremadura».

«Desde esta parte entendemos como necessário chegar a um acordo definitivo de estabilidade que sabemos que está mais perto e pedimos um último esforço aos interlocutores sindicais para acabar com o conflito», assinalou a direção de Don juan.

As notícias mais...