Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 14 de novembro de 2018

O SES firma/assinatura/assina uma operação por montante de 180 milhões para pagamento a fornecedores

{Vergeles} assegura que assim se poderá voltar a pagar em 30 dias

EFE MÉRIDA
14/06/2018

 

A Conselheria de Saúde e Políticas Sociais e {Liberbank} assinaram ontem uma operação de pagamento confirmado ou ‘{confirming}’ por montante de 180 milhões de euros, que permitirá ao Servicio Extremeño de Salud (SES) seguir/continuar cumprindo com os prazos fixados pelo Ministério de Finanças para o pagamento a fornecedores.

O acordo tem uma vigência de um ano prorrogável por um mais e se destinará principalmente ao pagamento farmacêutico hospitaleiro e material sanitário.

O conselheiro de Saúde, José María Vergeles, assinalou que este tipo de endividamento bancário a curto prazo «é um instrumento ágil e eficiente», que permite a planificação de Tesouraria do SES e de ajuda às empresas.

Quanto ao mecanismo, indicou que quando as faturas chegam ao SES se comprovam, conformam e se afastam do pagamento ordinário as suscetíveis de ser pagadas mediante {confirming}, numas datas que se acordam com a entidade.

O acordo é a um interesse/juro do zero por cento, e com ele face ao anterior, com {Caixabank}, que era o 0,052 por cento e por uma quantia de 240 milhões de euros, com o que é uma situação mais vantajosa, uma circunstância que Vergeles agradeceu a {Liberbank}.

Com esta firma/assinatura/assina, comentou, se poderá voltar ao período meio de pagamento, que é de 30 dias, já que atualmente está situado entre os 40 e 50 dias.

As notícias mais...