Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017

O PSOE anima «especialmente a Podemos» a negociar os orçamentos

O PP exige eliminar o Imposto de Sucessões e Doações na região

REDACCIÓN
12/09/2017

 

O porta-voz do PSOE da Extremadura, Juan Antonio González, reiterou que estão «abertos ao diálogo com todos os partidos» e tem animado «especialmente a Podemos» a que possa negociar os orçamentos do próximo exercício com os socialistas.

González tem refletido que os votantes da formação {morada} podem perguntar-se para que lhes votaram: «simplesmente como elemento decorativo ou para que se {pringaran} na tomada de decisões políticas». E a melhor prova de isso é que «se abram a negociar e não simplesmente dar um não», segundo González, quem recordou que Podemos «renunciou aos dois orçamentos anteriores».

Desde Podemos, seu porta-voz, {Marta} {Bastos}, assegurou que a sua formação segue/continua esperando toda a informação sobre/em relação a os Orçamentos que esperam vá dirigida até as «prioridades» marcadas e aos acordos alcançados pelo Governo regional e a formação {morada}. {Bastos} afirmou que suas prioridades políticas são «o emprego, as políticas sociais e as infraestruturas».

Desde o PP, José Antonio Monago disse que «Podemos é o sócio escolhido nesta ocasião», como ocurreu em Castela La Mancha, «mas não se explica» que ainda não lhes tenham chamado nem enviado nenhuma documentação. Em caso de ser convocados, demandarão antes uma reunião da comissão de seguimento dos Orçamentos de 2017 para comprovar sua execução e marcarão como linha vermelha uma descida de impostos e a supressão do Imposto de Sucessões e Doações na Extremadura.

As notícias mais...