Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 23 de outubro de 2017

Pedem mais apoio às famílias de pessoas com deficiência

EUROPA PRESS MÉRIDA
19/06/2017

 

O presidente de Plena Inclusão na Extremadura, Pedro Calderón, afirmou ontem que as {familas} das pessoas com deficiência intelectual necessitam «apoios diferentes» para que cada um de seus membros tenham «os mesmos direitos» que qualquer outra pessoa. É a principal reivindicação que lançou o coletivo durante a celebração da 20 Jornada Autonómica de Famílias de Plena Inclusão Extremadura, que reuniu em Mérida a umas 300 pessoas.

Calderón explicou que a jornada é um dia de convivência com uma parte lúdica, mas «fundamentalmente de análise e reflexão» da situação e de «busca de soluções ao dia-a-dia» que se apresenta às famílias das pessoas com deficiência para alcançar a plena inclusão.

Por seu lado, o conselheiro de Saúde e Políticas Sociais, José María Vergeles, transmitiu uma mensagem de apoio às famílias e mostrou-se «satisfeito» com o trabalho que Plena Inclusão está a desenvolver na Extremadura. Aqui, o coletivo atende a mais de 3.300 pessoas que têm uma deficiência, fundamentalmente intelectual, e a mais de 1.500 famílias que se encarregam do cuidado destas pessoas.

Esta jornada é uma das encontros mais importantes no calendário anual de Plena inclusão Extremadura, já que as famílias são o «origem de um movimento associativo que tem contribuído a transformar a sociedade e abordar a plena inclusão das pessoas com deficiência intelectual ou do desenvolvimento», segundo explica a associação.

As notícias mais...