Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 23 de novembro de 2017

Pedem à Junta um plano de prevenção do suicídio perante o aumento de casos

«O sofrimento é a base, temos de dar com as causas que o provocam»

EFE
08/09/2017

 

A associação Que bonita é a vida pediu ontem à Junta de Extremadura que elabore um Plano de Prevenção do Suicídio perante o aumento do número de casos em 2016, que na província de Cáceres chegaram a ser 43, nove mais que em 2015. Antonio Floriano e Pedro Moreno, presidente e vice-presidente da entidade respetivamente, fizeram este requerimento em Cáceres ao passo que indicaram que «os dados nunca são exatos porque segue/continua tendo tabu sobre/em relação a o suicídio». A associação vai a enviar uma carta à Junta juntamente com o Centro de Escutas São Camilo (616039489) e o Telefone da Esperanza de Cáceres (927627000) para exigir o citado plano.

Amanhã sábado celebra-se o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, e por este motivo a associação tem organizado uma conferência na Biblioteca Pública Rodrigo Moñino de Cáceres que dará o também médico de Atenção Primária Antonio Floriano.

Floriano assinalou que «o tema do suicídio temos de tratá-lo com normalidade, como um problema mais da sociedade». «Não se deve ser alarmistas mas também não obviarlo», sublinhou. «A base do suicídio é o sofrimento e o Plano da Junta deverá atacar esse sofrimento que o provoca para dar com as causas primárias», acrescentou.

As notícias mais...