Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 18 de agosto de 2019

Outra sentença anula o decreto de ajudas da assembleia provincial

A. M. R. BADAJOZ
22/07/2019

 

Outra sentença, e já vão quatro, anula o decreto de convocatórias de ajudas dos planos Dinamiza que convoca a Diputación de Badajoz por vinculá-las ao cumprimento da Lei de Memória Histórica segundo um comité de peritos dependente do próprio organismo provincial. As três primeiras são por recursos que apresentou a Câmara Municipal De Badajoz e esta última, com data 17 de Julho, é a minutas do Câmara Municipal de Guadiana del Caudillo. A sentença é do Juzgado de lo Contencioso Administrativo número 2, que já falhou nos mesmos termos no caso de Badajoz pelo decreto do Plano Dinamiza 4, se bem Guadiana só/sozinho recorreu uma parte do articulado. A mesma juíza deu além disso a razão à Câmara Municipal de Guadiana num auto de 1 de Julho pelo que obrigava à assembleia provincial a pagar 76.500 euros que lhe tinha recusado. A nova sentença não só/sozinho reitera que o comité de peritos não tem competência para declarar que uma entidade local tem incumprido uma lei mas, no caso de Guadiana, o plenário/pleno de seu Câmara Municipal sim aprovou um catálogo de vestígios, que foi ratificado por dois minutas {jurisdiccionales} e é atualmente firme/assine.

As notícias mais...