Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 29 de março de 2020

O orçamento da UEx sobe um 5,48% até os 168,8 milhões de euros

Deve de enfrentar umas despesas que aumentam de «maneira automática»

REDACCIÓN
13/03/2020

 

O Conselho de Governo da Universidad de Extremadura deu ontem sua aprovação ao anteprojeto de orçamentos para 2020, que ascende a 168.823.393 euros, o que supõe um aumento do 5,48% em relação ao ano passado. As contas constituem o instrumento financeiro «de um ano complicado», por quanto a UEx se vê obrigada a enfrentar uns níveis de despesa que aumentam «de maneira automática» e, ao mesmo tempo, deve impulsionar algumas iniciativas para melhorar o desempenho da atividade docência e investigador. Segundo informa numa nota de imprensa, a despesa de pessoal previsto, quantificado atendendo a as retribuições consolidadas a 31 de Dezembro de 2019 mais os incrementos contemplados nas disposições de obrigado cumprimento, supõe um incremento estimado em torno do 4,1% em relação a 2019.

O aumento da despesa em relação ao ano passado se vê compensado com o incremento do 2,8% previsto no capítulo de taxas, preços públicos e outros rendimentos, e fundamentalmente pelo aumento do capítulo de transferências correntes, no qual destaca a previsão de um incremento do 2,4% nas transferências provenientes da Comunidade Autónoma. O orçamento prevê a manutenção das políticas essenciais de apoio à atividade investigadora, de transferência e de relação com a empresa, incrementando o financiamento externa procedente de convocatórias nacionais e regionais e completando-a com recursos próprios.

Se apresentam também como objetivos relevantes potenciar a atividade da Escritório de Projetos Europeus UEx-PCTEX, o incremento na captação de fundos europeus e a visibilidade internacional da UEx. A universidade se propõe como objetivo estratégico o início do procedimento para obter o selo {HRS4R} ({Human} {Resources} {Strategy} {for} {Research}), que certifica os procedimentos de contratação do pessoal investigador e que potenciará sua participação nos programas europeus do programa operacional/operativo Horizonte Europa.

Cabe assinalar que outro dos objetivos é o fomento da qualidade docência mediante diversas ações dirigidas à inovação. Durante esta sessão o Conselho de Governo se tem aprovado além disso a convocatória de 46 praças/vagas de professores titulares e 42 de catedráticos, junto aos respetivos tribunais.

As notícias mais...