Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

A ocupação dos estabelecimentos turísticos cresce um 6%

O turista nacional tem mais capacidade económica, diz {Cetex}

EFE
07/01/2019

 

A ocupação dos estabelecimentos turísticos extremenhos cresceu em torno de um 6% em 2018 em relação com o exercício anterior, segundo a Confederação Empresarial do Turismo Extremenho ({Cetex}), com cifras «muito positivas» tanto/golo de visitantes nacionais como de internacionais. O facto/feito mais destacado em 2018, segundo explicou a Efe o presidente de {Cetex}, José Luis Ascarza, foi a maior capacidade económica do turista nacional, o que permitiu o incremento das dormidas num momento no qual o turismo interior tem «cada vez mais importância».

Também tem crescido a despesa meio por turista, segundo Ascarza, que considerou que o aumento das cifras de visitantes internacionais foi «espetacular», embora neste caso «se partiam duns dados muito baixos», precisou. Destacou neste sentido os esforços realizados pela Administração na promoção do «destino Extremadura» através de campanhas «muito sérias».

Esta situação, unida aos programas conjuntos que Extremadura tem hoje com Alentejo e com o Centro de Portugal, permitiu o incremento na comunidade autónoma do número de turistas chineses e estado-unidenses, entre outros, sublinhou.

Ascarza valorizou que o Festival Internacional de Teatro Clássico de Mérida impulsiona a ocupação autonómica em verão, o que demonstra a importância de organizar eventos que atraiam ao turismo.

Para o responsável de {Cetex}, o repto/objetivo passa agora pela melhoria da qualidade dos estabelecimentos turísticos extremenhos, e neste sentido se trabalhará neste ano na implantação da certificação ‘Q de Qualidade’ no sector. «Só/sozinho 14 estabelecimentos turísticos extremenhos têm hoje a Q de Qualidade, quando na Galiza há quase 300», assinalou. Junto a isso, o sector turístico pretende aumentar a formação, para que os profissionais se adaptem aos novos reptos/objetivos que apresenta o sector e às novas tendências do turismo.

As notícias mais...