Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017

«Justo quando mais se está a fazer, mais cresce a reivindicação»


09/09/2017

 

«Surpreende que precisamente justo no momento que mais se está a fazer, quando mais rápido se está a trabalhar e mais facilmente se pode constatar a execução das obras que estão em marcha, à diferênça de outros momentos nos que houve paralisia, é precisamente quanto mais se incrementa a reivindicação», afirmou ontem o ministro de Fomento, Íñigo de la Serna.

A perguntas deste diário/jornal, o responsável do ministério assinalou que é «perfeitamente consciente» de qual é a situação do caminho de ferro na região. «{Vengo} para além de uma terra (Cantabria) na qual, à diferênça da Extremadura, não há nem um só/sozinho metro linear de nova plataforma do corredor Santander-Madrid, e não faz falta que ninguém me explique as necessidades duma região {periférica} como Extremadura. Com isso quero dizer que entendo a necessidade, entendo a reivindicação e não só/sozinho isso, mas para além disso a partilho e acredito/acho sinceramente que estamos trabalhando desde a colaboração institucional com absoluta vontade de acelerar ao máximo todos os troços. Posso garantir que na história recente desta infraestrutura nunca se tinha dado um impulso como conseguimos dar nos últimos meses». Da Serna assegurou que conhece pela imprensa as reivindicações que se vêm realizando desde Extremadura nos últimos meses, {incluída} a que ontem levou a associação {Milana} bonita até {Atocha}, mas «não recebi nenhuma chamada de ninguém do governo extremenho para transferir-me estas coisas». Destacou que tanto/golo o presidente de {Renfe} como o de {Adif} estão em contacto e colaborando «muito ativmente» com o governo regional e anunciou que ele mesmo voltará a visitar Extremadura proximamente para conhecer in situ os trabalhos.

«Reivindicar é bom e necessário mas quero transferir tranquilidade aos extremenhos, porque o ministério está absolutamente capotado na execução das infraestruturas necessárias para que no menor tempo possível possam dispor de um corredor que melhore substancialmente as comunicações», anotou.

As notícias mais...