Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 24 de junho de 2018

A Junta salda o 90% da dívida com os táxis rurais pelo transporte escolar

Os pagamentos já se têm normalizado e realizam-se a mês vencedor

EFE MÉRIDA
08/06/2018

 

A Junta de Extremadura tem pagado já o 90 % da dívida que mantinha com os táxis rurais pelo serviço de transporte escolar individualizado, segundo assegurou ontem o diretor-geral de Formação Profissional e Promoção Educativa, Rafael Rodríguez de la Cruz. O 10 % restante da dívida se está já tramitando e se pagará proximamente, segundo respondeu à deputada do PP Pilar Pérez na Comissão de Educação e Emprego da Asamblea de Extremadura.

Além disso, sublinhou que as rotas de transporte se estão a pagar a mês vencedor e com mais agilidade que nunca. Já se tem pagado Abril e nos próximos dias se pagará o serviço do mês de Maio, segundo anunciou Rodríguez de la Cruz, que reiterou que o transporte escolar se está gerindo «muito bem», não como na etapa de governo do PP, na qual teve uma greve e um concurso anulado pelos tribunais.

O responsável de Educação destacou que o serviço que emprestam os táxis rurais parte duma convocatória de ajudas individualizadas para transporte e sala de jantar, cuja quantia se tem incrementado «notablemente» os últimos cursos.

Pérez, por seu lado, sublinhou que com o argumento do «espelho retrovisor» os camionistas não recebem. A deputada popular afirmou que o seu partido recebeu chamadas dos taxistas rurais porque levam um ano sem receber, um problema que também afeta às pme que levam os contratos menores para cobrir determinadas rotas, à margem do acordo quadro.

As notícias mais...