+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Governo, {Adif} e Renfe reiteram seu acordo/compromisso com a alta velocidade

A Junta pede agilizar os projetos que ainda faltam na linha

 

EFE C
09/06/2020

O secretário de Estado de Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, Pedro Saura; a presidenta de {Adif}, Isabel Pardo de Vera, e o diretor-geral de Operações de Renfe, José Luis Cachafeiro, manifestaram que seu acordo/compromisso com os projetos ferroviários na alta velocidade extremenha se mantém «intacto», na reunião por videoconferência que manteve a comissão se seguimento dos projetos ferroviários da Extremadura. No encontro, presidido por Guillermo Fernández Vara, a Junta tem instado ao Governo de Espanha, {Adif} e Renfe a acelerar a tramitação dos projetos da linha de alta velocidade.

No encontro, o primeiro que se realiza desde que {comenzara} a pandemia de {COVID}-19, se tem analisado o estado e a situação dos diferentes troços ferroviários da linha de alta velocidade entre Madrid e Extremadura, os processos na rede convencional, bem como a reposição dos serviços ferroviários após a crise sanitária.

Além disso, se abordou a continuidade das obras de adequação dos edifícios e o ambiente das estações de comboio de Badajoz, Cáceres, Mérida e Plasencia para a chegada da alta velocidade a Extremadura, segundo detalha a Junta.

Quanto à logística, se destacou a recente aprovação por parte do Conselho de Administração de {Adif} da adjudicação das obras da terminal ferroviária da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu por 11,6 milhões de euros. A Junta entende que esta atuação será chave para fomentar a atividade do transporte de mercadorias na região, se desenvolve graças a um convénio entre {Adif} e a Junta de Extremadura.

críticas de {milana} bonita / Para o coletivo {Milana} Bonita, no entanto, a reunião tem tido «pobre e {vergonzante} resultado» para os interesses dos cidadãos extremenhos. O porta-voz de {Milana} Bonita, Juan Carlos {Lóez}, critica que tanto/golo o Governo regional como os responsáveis de Renfe e {Adif} não foram capazes de dar nenhum prazo ou previsão das obras.

«Não deram nem uma só explicação de todos os meses de atrasos nas obras do comboio rápido entre Badajoz e Plasencia, nem apresentaram o novo estudo informativo do troço Toledo-Talayuela que deviam ter apresentado em finais de Março», tem apontado López. Também, assinalou que também não ninguém contou «o motivo pelo qual não se licitam obras urgentíssimas» como a renovação da linha Zafra-Huelva ou o troço {Guadalmez}-{Brazatortas} da linha Cidade Real-Badajoz.