Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 19 de dezembro de 2018

Fomento destina 3,7 milhões à região a obras de património

REDACCIÓN MÉRIDA
12/01/2018

 

O Ministério de Fomento dará 3,7 milhões de euros a projetos de recuperação do património histórico na Extremadura dentro de os fundos que se geram para o 1,5% Cultural como consequência da execução da obra pública. A Comissão Mista do 1,5% Cultural, integrada pelos Ministérios de Fomento e Cultura, aprovou ontem de forma provisória o financiamento de cinco novas atuações na Extremadura dentro de a convocatória de Julho de 2017.

Segundo informou ontem o Ministério de Fomento, os processos se concentram em Badajoz, Fregenal de la Sierra, Zafra, Cáceres e Coria, ao encontrar-se entre as melhor valorizadas de todas as apresentadas de Espanha. Assim, em Badajoz, para a reabilitação do prédio de A {Galera} da Alcazaba, o ministério dá 765.907 euros, o que supõe o 65% do orçamento total da atuação. Em Fregenal de la Sierra, para a reabilitação e acondicionamento da igreja dos Jesuítas, se destinarão 235.493 euros, o 50% do custo total.

Por seu lado, para a reabilitação do hospital de São Miguel, em Zafra, o departamento dirigido por Íñigo de la Serna dá 1,05 milhões, o que supõe o 75% do orçamento total da atuação. Já na província de Cáceres, para a restauração da muralha de Cáceres, fase I: Baluarte dos Poços-Arco do Cristo, terá 698.323 euros (70%) e em Coria, para a consolidação, estrutura e restauração da catedral, fase II, terá 1,02 milhões (69,64%).

As notícias mais...