Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de junho de 2018

Cs pede medidas para a situação dos {cultivadores} de cereja do Jerte

REDACCIÓN MÉRIDA
10/06/2018

 

El porta-voz de Ciudadanos Extremadura, Cayetano Polo, reclama à Junta de Extremadura uma solução para a «situação {ruinosa}» à que se enfrentam os {cultivadores} de cereja do Valle del Jerte, que esta campanha se estão enfrentando a preços «tão precários que não alcançam a cobrir custos». Desta forma, Polo insta à Conselheria de Ambiente e Rural, Políticas Agrárias e Território a que se enfrente às necessidades do sector e ajude aos agricultores. «Devem procurar uma solução para paliar a situação {ruinosa} e precária desta campanha», considera o porta-voz.

Nesta linha, Polo enfatiza em nota de imprensa que a Conselheria tem que «tomar consciencializa do problema» e deve valorizar que medidas se podem dar início «com a maior celeridade possível». «A conselheira Begoña García não deveria permitir que a cereja extremenha se pague aos {cultivadores} por 0,10 {ó} 0,20 euros/quilos, quando no mercado se multiplica por 18 vezes o preço», matiza/precisa. Polo acrescenta que os afetados «se enfrentam a grandes perdas e com estes montantes não conseguem cobrir nem as despesas de produção, o que sem dúvida prejudica ao sector e está obrigando a muitos {cereceros} a apresentar-se seriamente se recolher ou não a cereja». Também recorda tratar-se de «um sector abandonado por uns e por outros», daí que insiste em que se empreste «especial atenção» a suas reivindicações.

As notícias mais...