Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

A central de Almaraz notificou oito sucessores o ano passado

EUROPA PRESS
07/01/2019

 

A Central Nuclear de Almaraz comunicou o ano passado 2018 um total de oito sucessores ao Conselho de Segurança Nacional, todos eles de nível 0 na Escala Internacional de Acontecimentos Nucleares e Radiológicos ({INES}, por suas siglas em inglês).

Em seu conjunto/clube, as instalações nucleares espanholas comunicaram no passado ano um total de 31 acontecimentos, todos eles qualificados com nível 0, o que supõe um 22,5% menos que os 40 acontecimentos notificados durante 2017, um ano no qual 39 deles foram classificados como nível 0 e um, em {Cofrentes}, se classificou como nível 1 na escala {INES}, o que supõe uma ‘anomalia’ de funcionamento.

Concretamente, foram as centrais nucleares de Ascó II e {Vandellós} II, ambas em {Tarragona}, as que mais incidências comunicaram ao regulador, com seis acontecimentos cada uma. A esta lhe seguiram/continuaram a central cacerenha de Almaraz, cuja unidade II notificou cinco sucessores e a unidade I outros três.

Além disso, a central nuclear de {Cofrentes} (Valência) notificou três acontecimentos e a central de Ascó I informou de outros dois.

As notícias mais...