+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Apicultores se manifestam pela situação do sector

A produção de mel subida 2,60 e se lhes paga a dois euros

 

REDACCIÓN MÉRIDA
09/03/2020

Apicultores das organizações agrárias Asaja, {Apag} Extremadura Asaja, {Coag}, UPA-{UCE} e Cooperativas Agroalimentares se somarão ao protesto convocada amanhã em Madrid para alertar da «grave situação» que sofre o sector. O protesto terá lugar na praça/vaga de {Atocha}, face ao Ministério de Agricultura e baixo/sob/debaixo de o mote ‘Pela defesa do sector apícola’ com o fim de reivindicar melhorias nos preços, um etiquetado claro e maiores/ancianidade controlos da mel procedentes de terceiros países.

As três organizações coincidem em alertar dos «preços {ruinosos}» que sofre o sector, já que a mel «que é capaz de vender-se» se paga ao apicultor em torno dos dois euros, quando o preço real de produção encontra-se sobre/em relação a 2,60 euros.