Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 14 de novembro de 2018

Alargam os corretores para que o calendário não mude

A Comissão Organizadora decide hoje se se repetem os exames de quinta-feira. A universidade não pode devolver as taxas porque não tem capacidade regulamento

A. M. ROMASANTA region@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
12/06/2018

 

Un total de 4.185 estudantes terão que voltar a repetir hoje um dos exames que já fizeram na semana passada e 409 realizarão dois. Fá-lo-ão esta manhã nas mesmas sedes. Um dos temores expressados pelos afetados é que se atrase o calendário inicialmente estabelecido pela Comissão Organizadora da {EBAU}. Para impedi-lo, ontem tomou-se a decisão de alargar as planteis/quadros de corretores, fundamentalmente nas dois matérias mas numerosas. Em Matemáticas II se passa de 16 a 27 corretores, e em Matemáticas Aplicadas às Ciências Sociais, de 11 a 22. Além disso, para Latim se alarga com dois mais. O resto de cadeiras, ao ser minoritárias, ficarão os que estão.

Com estas medidas se pretende manter o calendário geral da prova, de forma que a publicação de notas na web e a ativação das atas de consulta para os centros se produza antes das 9.00 da manhã do próximo sábado. O prazo de revisão de notas continuará a ser o previsto: de 18 a 20 de Junho. Assim, os estudantes conhecerão suas notas com dois dias de antecedência.

Por outro lado, a Comissão Organizadora, por proposta de os estudantes, estudará e decidirá esta tarde se é «viável, possível e legalmente aceitável» a repetição dos exames de quinta-feira 7 de Junho de forma optativa para os que decidiram não apresentar-se porque esperavam boas notas dos já realizados. A esta reunião assistirá sem voto a delegada do Conselho de Estudantes da Uex.

Em relação à possibilidade de devolver as taxas, como pediam os alunos, González assinalou que a universidade não pode fazê-lo porque se regulam mediante uma lei e a Uex não tem capacidade regulamento.

As notícias mais...