Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de junho de 2018

7.590 candidatos/candidatas admitidos nas oposições/concurso público de Ensino secundário e FP

Música, Desenho, Educação Física e as especialidades de conservatório são as que acumulam mais candidatos/candidatas por praça/vaga. O processo seletivo com a maior oferta desde as transferências educativas, com 1.279 praças/vagas, arranca o 23 de Junho

G. M.
14/06/2018

 

A dez dias de que arranquem concurso público docentes na comunidade, o Diário/jornal Oficial da Extremadura fez públicos ontem os listas definitivas de candidatos/candidatas admitidos e excluídos para participar neste processo seletivo. São finalmente 7.590 pessoas as que participarão nas oposições/concurso público de professores de Ensino secundário, Formação Profissional, Escolas Oficiais de Idiomas, Música e Artes Cénicas e Artes Plásticas e Design –há 227 {excluídos}– na maior oferta da comunidade extremenha desde as transferências: 1.267 praças/vagas. Destas, 1.179 são de revezo livre e deficiência e outras 88 de promoção interna.

A lista final de admitidos tem crescido em relação ao lista provisória publicada em Maio, que contava com pouco/bocado mais de 7.100 candidatos/candidatas. E com isso, tem variado também a rátio de da oposição por praças/vagas em cada uma das 65 especialidades convocadas. Dentro do corpo de professores de Ensino secundário, há em jogo um total de 768 praças/vagas que se disputarão mais de 5.800 candidatos/candidatas, mas terão mais rivais as especialidades de Música, com 29 candidatos/candidatas por praças/vagas e Desenho, com 27 da oposição por cada uma das praças/vagas.

Lhe seguem/continuam Educação Física, com 13 da oposição por praça/vaga, Latim (11), Biologia e Geologia (10,9) e as especialidades de Formação Profissional {Invervención} Sociocomunitária e Processos e Meios de Comunicação, ambas com 10,2 candidatos/candidatas admitidos por cada uma das praças/vagas em jogo. Neste corpo, terão menos rivais os candidatos/candidatas das especialidades de Organização e Gestão Comercial (2,9) e Grego (3,6), entre outras. Entre as mais numerosas, Inglês com um total de 603 candidatos/candidatas, fica com uma rátio de 4,6 candidatos para cada uma das 129 praças/vagas oferecidas, e Língua, com mais de 470 candidatos/candidatas, tem uma rátio de 8,1.

No corpo de professores técnicos de Formação Profissional, há um total de 253 praças/vagas em jogo para 1.361 candidatos/candidatas. As especialidades onde há mais adversários são Processos Sanitários e Assistenciais e Serviços à Comunidade, ambas com mais de oito da oposição por praça/vaga. No corpo de professores das Escolas Oficiais de Idiomas se oferecem 29 praças/vagas para um total de 195 candidatos/candidatas admitidos. Em Inglês há 8,5 candidatos/candidatas por cada posto oferecido, em Alemão são 6,7, em Português a rátio é de 5,3 e em Francês de 4,5.

AS MAIORES/ANCIANIDADE RATIOS / Mas se há um corpo docente que o terá muito mais complicado é o dos professores de Música, dado que apenas se oferecem 8 praças/vagas para 165 candidatos/candidatas. Em Violino há 31 da oposição por cada posto, em {Violoncello} 28, em {Clarinete} 27 e em Canto 20. Algo inferior é a rátio é Percussão com 12 da oposição por praça/vaga e em Piano com 15,6. Também, para optar a algumas das duas praças/vagas fixas de professor de Design Gráfico se têm inscrito 15 da oposição para cada uma, e para professor de Técnicas Cerâmicas há só/sozinho uma praça/vaga e doze candidatos/candidatas. Não obstante, a rátio pode ser mais reduzida se algumas das praças/vagas reservadas a promoção interna ou deficiência passa finalmente ao revezo livre.

A publicação das listas de admitidos e excluídos definitivas é um dos últimos passos antes de iniciar/dar início's o processo seletivo, que arranca no sábado 23 de Junho na Extremadura e em boa parte das comunidades do país.

As notícias mais...