+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

1.273 candidatos se examinam na região para optar às vagas de formação sanitária

A oferta para formar a especialistas cresce um 27% na comunidade num ano. Do total, 232 são médicos que procuram alguma das 7.500 vagas MIR do país

 

G. MORAL
24/01/2020

Amanhã será um dia chave para os 1.273 intitulados universitários inscritos na região para conseguir uma vaga de formação sanitaria especializada. As provas celebrar-se-ão em Badajoz, a única sede extremenha destes exames que far-se-ão simultaneamente noutras vinte sedes repartidas pelo país.

Entre o total de candidatos que vão à sede extremenha, encontram-se 232 médicos que optam a uma vaga MIR (Médico Interno Residente). Para estes profissionais esta prova é decisiva, já que passar vários anos como residente é a única forma de conseguir uma especialidade médica, requisito imprescindível para trabalhar no sistema sanitário público espanhol.

Precisamente o corte nas vagas MIR durante vários anos foi um dos detonantes da falta de especialistas que experimenta a maioria das comunidades, entre elas Extremadura. Por isso, para tentar paliar esta situação, o Ministério da Saúde tem lançado neste ano uma nutrida oferta, a mais alta até agora. Na Extremadura são um total de 249 vagas, um 27,7% mais, o que situa à região como a terceira que mais cresce. No conjunto nacional são mais de 9.500 vagas.

No caso das destinadas aos MIR na comunidade, neste ano poderão dar início a sua formação sanitária 186 médicos, 33 mais que no passado ano e 37 mais que em 2018. «O objetivo é ajustar o número de reformas previstas às novas incorporações», explica o ministério.

Mas a formação sanitária especializada não está destinada só a médicos. Embora estes dominam quase o 75% do total de vagas de formação sanitária oferecidas na Extremadura, há outras 63 dirigidas a outros profissionais necessários na saúde.

Entre os 1.273 candidatos que se examinam amanhã em Badajoz, há mais de 480 enfermeiros que também procuram especializar-se (em cinco áreas na região: matrona, saúde mental, familiar e comunitária, geriátrica e pediátrica). Para eles a comunidade oferta 50 vagas de EIR (Enfermeiro Interno Residente). E, embora em menor número, também se enfrentam a estas provas amanhã no campus de Badajoz cem psicólogos (há cinco praças/vagas de residente no SES), 30 biólogos (sem praças/vagas na região), 15 farmacêuticos (sete praças/vagas), 11 físicos (uma praça/vaga) e quatro químicos (sem vagas no SES).

Nesta edição, os exames terão uma duração de 4 horas (uma menos que até agora) e consistirão num questionário de 175 perguntas mais 10 de reserva, cada uma das quais constará de quatro opções de resposta com só/sozinho uma correta.