Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 24 de junho de 2018

Uma reforma dota à garganta de {Alardos} de vários serviços

Se recuperarão fontes e se farão estacionamentos, duches e banhos de uso público

ROSA MARÍA GARZÓN prov-caceres@extremadura.elperiodico.com MADRIGAL DE LA VERA
11/06/2018

 

A Câmara Municipal de Madrigal de la Vera tem previsto realizar proximamente uma série de melhorias no enclave da garganta de {Alardos}. Ditas obras não estão ainda licitadas, mas a Câmara Municipal tem previsto tirá-las a concurso em breve. A maior parte das reformas que se levarão a cabo (o 90%), terão lugar no ambiente da presa da ponte romano.

A intenção do presidente da Câmara Municipal, Luis Carlos Ferreiro, é recuperar as fontes que existem na zona para seu aproveitamento por parte dos usuários e criar banhos públicos adaptados a todas as pessoas, que estarão conetados com a rede de esgoto municipal. Também pretende instalar duches como medida para minimizar o efeito dos restos de cremes e óleos/azeites terrenos, poluentes da água das piscinas naturais. Estas medidas suporão um investimento de à volta de 17.000 euros.

Além disso, também se projeta habilitar aproximadamente 4.000 praças/vagas de estacionamentos sinalizados, para as quais será necessária a aquisição dos terrenos de quintas confinantes ao lugar onde se pretendem construir. Tudo isso tendo em conta o grande número de visitantes, entre pessoas que voltam a usufruir de sua localidade natal e turistas de diversos pontos do país e o estrangeiro, que recebe cada ano a população de {Madrigal}, sobretudo na próxima estação estival, e especialmente durante os meses de Julho e Agosto, quando este município pode chegar a triplicar sua população.

A intenção da equipa de governo é a de consciencializar do bom uso do ambiente e lutar contra o abuso das águas naturais da garganta e demais recursos naturais que oferece este cantinho {verato}, ponta de região e fronteira provincial e regional com Ávila.

Desta maneira, a Câmara Municipal recorda a existência de numerosas papeleiras e parques de merendas e cartazes indicadores sobre/em relação a a proibição de introduzir objetos de vidro na zona de banho.

A atividade da garganta contribui à dinamização do município. Nela existem seis quiosques que geram dez postos de trabalho diretos pelo menos durante os meses estivais.

As notícias mais...