Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 20 de outubro de 2018

Um programa forma a 15 alunos um ano em atenção sociosanitária

O fim é a inserção laboral de desempregados/parados e não integrados no sistema educativo

NIEVES AGUT prov-caceres@extremadura.elperiodico.com LAGÓN DEL RÍO
07/01/2018

 

Um total de 15 alunos trabalhadores beneficiam-se de um Programa Complementar de Escolas Profissionais posto em marcha no município cacerenho de Alagón do Rio. Dito programa se desenvolve com o nome Alagón em Formação: Atenção Sociosanitária desde Outubro de 2017 até ao mesmo mês de 2018 e a entidade promotora é o próprio Câmara Municipal. As classes têm lugar no Centro de Dia de dito município e durante as mesmas se dá a Especialidade de Serviços à comunidade, na qual se ensina Atenção Sociosanitária a Pessoas Dependentes em Instituições.

O objetivo principal desta ação formativa é favorecer a ocupação do coletivo de pessoas maiores/ancianidade de 18 anos não ocupados nem integrados nos sistemas de educação. Além disso, os alunos encontram-se baixo/sob/debaixo de a supervisão de um corpo treinador que o conformam uma diretora-gestora, coordenadora de formação e {monitoras} das ramos Social e Sanitária.

Além disso, durante tudo neste ano se levar a cabo formação específica e formação complementar como são aspetos relacionados com as competências básicas e genéricas, a orientação laboral e o fomento da iniciativa e espírito empreendedor, a sensibilização ambiental, a competência digital, a igualdade de género e prevenção de riscos laborais.

As notícias mais...