+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Os cachorros de lince, de {Kolia}, os primeiros da época

Encontram-se em bom estado e atendidos por a sua mãe

 

Dois dos cachorros que nasceram na época anterior. - CEDIDA

REDACCIÓN / AGENCIAS ZARZA DE GRANADILLA
07/03/2020

A fêmea de lince ibérico {Kolia} deu a luz a dois cachorros no centro de cria em cativeiro de Zarza de Granadilla, gerido pelo Organismo Autónomo/trabalhador independente Parques Nacionais ({OAPN}). Segundo informou o Programa de Conservação Ex-{situ} do lince ibérico, trata-se do primeiro parto da época reprodutiva 2020.

Assim, na quinta-feira, {Kolia}, que esteve {emparejada} com o macho {Outono}, {parió} dois cachorros «que se encontram em bom estado e estão sendo atendidos perfeitamente por a sua mãe», destacaram os técnicos do centro. O seguinte parto do programa de cria se espera também neste centro, já que {Omeya} sai de contas o próximo 15 de Março.

O Programa de Conservação Ex-{situ} do lince ibérico para a época de cria de 2020 tem estabelecido um total de 26 casais, uma menos que o ano passado, repartidas nos cinco centralismos de cria em cativeiro inscritos ao projeto e localizados em Espanha e Portugal.

Do total das casais, cinco delas se têm formado no centro de Zarza de Granadilla; seis em O {Acebuche} (Huelva); uma no Zoobotânico de Jerez (Cádiz); oito em A {Olivilla} (Jaén); e seis no centro de {Silves} (Portugal).

As casais propostos respondem a um cuidado manejo genético com o objetivo de garantir a maior/velho diversidade e variabilidade genética das ninhadas resultantes, tendo em conta diferentes fatores.