Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 20 de septembro de 2019

O PP exige que cesse o presidente da Câmara Municipal, acusado/arguido de delitos laborais

REDACCIÓN CASTUERA
11/09/2019

 

O PP, após conhecer ontem a petição/pedido de dois anos de cadeia pela Procuradoria para o presidente da Câmara Municipal de Castuera e deputado provincial, Francisco Martos, «por afastar a um trabalhador municipal»; acusado/arguido de delitos contra a integridade moral e de lesões graves em relação com outro continuado contra a integridade moral no âmbito laboral, pediu seu cesse.

Disse que «ninguém que tenha que ir a juízo por atacar os direitos dos trabalhadores pode representar aos cidadãos num Câmara Municipal, nem receber/acolher salário público». Sobretudo, «se utilizou comícios para arremeter contra um trabalhador. E, mais grave ainda, como não lhe gostavam as notas informativas do arquiteto municipal, lhe afastou de suas funções», assinalou num comunicado.

O PP que «não desistirá na defesa dos direitos dos cidadãos, nem em que os cargos que ataquem a dignidade de outros deixem de ocupar esses postos».

As notícias mais...