Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 1 de abril de 2020

A Junta e o Sexpe destinam em 3 anos 4 milhões a políticas ativas de emprego

Finaliza com êxito a Escola Profissional I e em breve começará uma nova edição. {Aguablanca} I tem formado no último ano a 45 pessoas que estavam paragens/desempregadas/paradas

RAFAEL MOLINA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com MONESTERIO
10/03/2020

 

O Plano para a Regeneração Económica e do Emprego da Zona Mineira de {Aguablanca}, no qual trabalham a Junta de Extremadura, o Sexpe, a Diputación de Badajoz e a Câmara Municipal de Monesterio, acaba de fechar a primeira, das três Escolas Profissionais comprometidas, que durante o último ano tem formado a 45 homens e mulheres, desempregados, das localidades de Monesterio, Montemolín e {Calera} de León, nas especialidades de Animação físico-desportiva e recriativa; Limpeza de superfícies e mobiliário; e Pintura decorativa em construção.

«A novidade não é o programa em si», explica o gerente provincial do Sexpe, José Navarrete, que foi à encerramento/encerra da escola. O «principalmente inovador é o plano no qual se integra». Trata-se, manifesta Navarrete, «da maior/velho investimento que se tem realizado nunca em políticas ativas de emprego», com uma dotação de quase «quatro milhões de euros» num período de três anos. Concretamente, esta escola profissional contou com um orçamento próximo aos 800.000 euros, e em próximas datas se iniciará uma segunda nas modalidades de alvenaria, manutenção de zonas verdes e animação físico-desportiva e recriativa.

O presidente da Câmara Municipal, Antonio Garrote, valorizou o plano em seu conjunto/clube, concebido “como fórmula para mitigar a cessação da atividade mineira”; nos somente para os trabalhadores afetados, mas a «tudo o ambiente sócio laboral» dos municípios de Monesterio, {Calera} de León e Montemolín. Garrote estima que «os objetivos se estão cumprindo», e advoga por «as importantes possibilidades de emprego» das que, a partir de agora dispõe o os alunos desta escola.

Tanto/golo desde/a partir de a equipa docência, como desde/a partir de a direção e organismos organizadores, destacaram que a «boa preparação» dos alumnos, após a obtenção de seu certificado de profissionalismo, «lhes qualifica para o desenvolvimento de sua profissão nos âmbitos público e privado».

As notícias mais...