Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 24 de novembro de 2017

Detida por burlar a badajocenses com falsos alugueres na praia

Residente em Dois Irmãs ({Sevilla}) oferecia alojamentos em {Matalascañas}

REDACCIÓN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com MÉRIDA
05/09/2017

 

L a Guardia Civil deteve a uma vizinha da localidade sevilhana de Dois Irmãs como alegada autora de um delito continuado de burla a vizinhos/moradores das províncias de Badajoz e Jaén mediante falsos alugueres de alojamentos turísticos no município {onubense} de {Matalascañas}.

A denominada operação {Rentalis} se iniciou no passado mês de Julho após várias denúncias de cidadãos badajocenses que relatavam que através de redes sociais e {paginas} web se anunciavam ofertas para o aluguer de alojamentos turísticos em {Matalascañas}. Uma vez que contactavam para formalizar a contratação dos imóveis, lhes solicitavam como sinal o rendimento antecipado de parte do aluguer numa conta bancária.

Com o rendimento realizado, quando posteriormente tentavam conetar novamente com a responsável, ao objeto de concretizar detalhes ou a recolhida das chaves, não lhes atendia, nem por meios telefónicos, nem através da rede,

A Equipa de Investigação Tecnológica da Comando da Guardia Civil de Badajoz apurou que o citada rede fraudulenta o desenvolvia uma vizinha de Dois Irmãs, com reclamos de falsos alugueres, e não duvidava em pendurar fotografias de «capturas» de outros anúncios de alojamentos, tudo isso para dar-lhe mais veracidade.

Foi detida em sua localidade de residência por sua alegada implicação até à data numa dezena de burlas em diferentes municípios da província de Badajoz e Jaén.

A operação segue/continua aberta, já que a Guardia Civil não descarta a existência doutras vítimas que ainda não denunciaram, pelo que tem animado a fazê-lo para evitar burlas.

As notícias mais...