+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Câmara Municipal fará 29 contratos a jornada completa durante um ano

Terão prioridade os desempregados maiores de 45 anos inscritos no Sexpe. Estão financiados pelo consistório e a Junta que dará 577.000 euros

 

Josefina Barragán, vereadora de Emprego. - R.{MORÁN}

RODRIGO MORÁN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
09/06/2020

A Câmara Municipal de Almendralejo tem posto em marcha uma convocatória para contratar a 29 pessoas a jornada completa durante um ano dentro do programa de ativação do emprego local impulsionado pela Junta de Extremadura e que está financiado com 577.000 euros. O objetivo é oferecer praças/vagas para atuações relativas ao funcionamento da Câmara Municipal, bem como para a adequação de edifícios e espaços municipais.

Os postos de trabalho som: dois técnicos jurídico-económicos, um arquiteto treinador, um monitor intercultural de língua romena, dois empregados administrativos em atenção ao público, quatro oficiais de obras, um oficial de {herrería}, dois oficiais de pintura, um oficial de canalização, dois oficiais de jardinagem, quatro {mantenedores} de instalações desportivas, quatro operários de obras, três operários de parques e jardins, um eletricista e um operário de canil. Uma das novidades deste convocatória é que na maioria dos casos se exige ter uma experiência de pelo menos dois anos para poder/conseguir aspirar a dito empregado.

prioridades / Os candidatos serão pré-selecionados pelo centro de emprego do Sexpe atendendo a a adequação ao posto de trabalho oferecido. Terá um ordem/disposição de prioridade, sendo os primeiros os demandantes de emprego maiores de 45 anos.

Depois serão os desempregados de entre 30 e 45 anos. E, por último, o resto de candidatos/candidatas, isto é, menores de 30 anos. Uma vez realizada a pré-seleção, se convocará aos escolhidos a uma prova de carácter obrigatório por parte da Câmara Municipal que estará avaliada de 0 a 10 pontos. Terá que tirar um cinco de mínimo para aprovar. Serão selecionados os candidatos com maior/velho pontuação.

O prazo para efetuar estas contratações será até finais de Julho. A Câmara Municipal fez uma contribuição de 165.000 euros para completar este plano de emprego local, já que outra das particularidades é que os ordenados dos contratados serão equiparáveis ao dos empregados que já tem a Câmara Municipal.