Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 21 de septembro de 2017

Assembleia provincial e denominações de origem assinam um convénio

Destina 38.000 euros a marcas de qualidade para turismo gastronómico

EFE prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
01/09/2017

 

A Diputación de Badajoz assinou ontem um convénio com seis Denominações de Origem Protegidas ({DOP}) e Indicações Geográficas Protegidas ({IGP}), às que dará 38.000 euros para potenciar a província como destino turístico gastronómico. Na firma/assinatura/assina estiveram presentes o presidente da instituição, Miguel Ángel Gallardo; o deputado do Departamento de Turismo e Tauromaquia, Lorenzo Molina; os representantes das {DOP} Ribeira do Guadiana, Montado da Extremadura, Óleo/azeite de {Monterrubio} e Queijo da Serena; e das {IGP} Vitela da Extremadura e {Cordero} da Extremadura.

Segundo Gallardo, esta ajuda económica servirá para promover os produtos em feiras, certames e congressos locais, nacionais e internacionais. Embora a assinatura deste convénio se repete cada ano, com ela a assembleia provincial contribui com as marcas a propagar e reforçar seus produtos, destacou. Por seu lado, o presidente de {Corderex}, Mario Mera, assinalou que temos de dar mais importância a estas marcas, já que a maioria estão em «zonas deprimidas duma região com dificuldades naturais». Gallardo mencionou, por outro lado, que a posta em marcha do mercado gourmet no antigo Hospital Provincial de Badajoz servirá de montra para essas marcas referência de qualidade.

As notícias mais...