+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

{Zarfino}: «Não estive encerrado de férias dois meses»

«O que queremos já é competir/rivalizar/disputar», salienta o carismático jogador uruguaio. O médio do Extremadura diz que volta mais forte após sua lesão

 

{Gio} {Zarfino} remata a porta durante um treino na cidade desportiva {almendralejense}- - EXTREMADURA UD

RODRIGO MORÁN
21/05/2020

No terá contratações para o troço final da época, mas para o Extremadura recuperar a {Gio} {Zarfino} será como algo quase mais importante que um reforço. Porque recuperar a {Zarfino} não somente implica um efetivo chave sobre/em relação a o campo, mas é voltar a ter dentro do relva mais doses de personalidade, coragem, sacrifício e esse prémio de energia que somente sabe imprimir o uruguaio nos momentos decisivos de jogo/partido.

{Zarfino} está de volta. E está melhor que nunca. «Estou contente/satisfeito por voltar a fazer o que um ama e quer. Tenho trabalhado muito duro e tenho seguido/continuado ao pé da letra as pautas de Dani Chamorro, Alberto Fernández e {Fran} Rosa». E avisa: «não estive encerrado dois meses de férias. Estive fazendo um esforço bárbaro para chegar da melhor maneira e com mais vontade para salvar a categoria/escalão. Estou melhor que antes».

Jogar à velocidade da locomotora uruguaia será essencial para as opções de um clube que respira otimismo. Também ele: «sempre tive a sorte e capacidade de cumprir os objetivos deste clube. É o que mais desejo, isso e poder/conseguir celebrá-lo com nossas pessoas».E para isso, jogar tão cedo quanto possível. «Se é o 12, pois melhor. Estamos já trabalhando e o que queremos já é competir/rivalizar/disputar. Vamos a ter dois partidos por semana e será crucial manejar bem as cargas físicas e as emoções porque ambas coisas também vão a jogar a favor e contra».

O Extremadura voltou a treinar ontem na cidade desportiva em grupos de 9 futebolistas. Trabalham três grupos em faixas horárias diferenciadas para não coincidir sobre/em relação a o campo, tal como marca o protocolo.

Os pupilos de Manuel já fazem exercícios sempre com bola. Ontem, o galego introduziu atividades treinador-táticas como saídas de bola e chegadas à área com remate. {Gao}, que se recupera duma incómodo no gémeo; e David Rocha, com estreitamente específico por sua lesão de púbis, fizeram-no à margem.