Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 18 de janeiro de 2018

{Yamila}, esperança goleada

O Santa Teresa já conta com sua dianteira argentina, que chega enormemente motivada. «Vou a deixar tudo por esta t-shirt e marcar os golos que necessita o clube», diz, com a salvação/manutenção como objetivo/meta

JOSÉ LUIS VELA deportes@extremadura.elperiodico.com BADAJOZ
11/01/2018

 

Viene del Boca Juniors dispuesta a marcar los goles de la salvación del {Santa} Teresa en la liga Iberdrola, a máxima categoria/escalão do futebol feminino espanhol. A dianteira argentina de 19 anos, {Yamila} Rodríguez, já está em Badajoz após mais de 24 horas de viagem desde Buenos Aires e ontem começou a treinar com a equipa de Juan Carlos Antúnez. À jogadora internacional {sub}-20 com a seleção argentina, que tem militado em Furacão de Missões, da sua cidade natal, e Boca Juniors, gostaria de estriar-se em Bilbao perante o Athletic mas depende do {transfer} da {AFA}, a Associação do Futebol Argentino e em caso de não estar para este domingo poderia começar sua etapa em casa perante o Valência duas semanas depois.

{Yamila} mostra-se agradecida ao Santa Teresa «por confiar em mim e trazer-me a este clube. Será a primeira vez que jogo em Espanha, vou a deixar tudo por esta t-shirt, a marcar os golos que necessita o clube e tirar adiante ao plantel/elenco. Por isso me trouxeram a mim que sou uma goleadora e espero que tenham minha confiança porque darei tudo o que posso».

Destacou que «é uma experiência nova e peço que me vá muito bem e tenham paciência porque não conheço o futebol europeu. Agora tenho que adaptar-me e graças a {Edgar}, meu representante, por falar ao Santa Teresa de mim e darei um passo mais para que o clube saia adiante». Fisicamente chega bem «porque quando {cortamos} o campeonato em Argentina não tive tempo de treinar o suficiente mas vou a dar todas minhas forças e pegar/apanhar o ritmo».

Desejando estriar-se

A futebolista argentina espera o {transfer} de imediato. «Oxalá que chegue e possa estar este domingo. Com os treinos destes dias estarei bem fisicamente» e acrescenta suas qualidades principais. «Jogo por fora, às vezes me põem perto da área para que remate ao arco mas sempre tenho jogado de 11 pela esquerda ou a direita porque {pateo} com as duas pernas. Mas se me querem pôr de 9, esperarei que me dêem o passe para dar a média volta e baterle ao arco».

Incidiu em que «se eles conhecem meu trabalho de como jogo se calhar me ponham no mesmo lugar mas também posso jogar em todo o frente do ataque. Se calhar me localice bem no 9 ou por {afuera}, não terei problema para baterle ao arco e rematar a golo».

Tem contrato até final da época «e espero que me vá bem, renove o contrato e me fique».

Ambição goleada

Por seu lado, o treinador do Santa Teresa, Juan Carlos Antúnez, disse que «foi uma contratação longo/comprido, com muito seguimento desde que começamos a conversar com {Edgar}, seu representante. Tenho visto muitos partidos completos dela, me fez madrugar alguma vez em Espanha para ver encontros dela e acreditava que dava o que nos podia faltar, evidentemente golo e umas características de dianteira mais de área, do que não dispunha no plantel ou não conseguiu um rendimento ótimo».

O treinador acrescenta que {Yamila} Rodríguez se carateriza «por seu remate com ambas pernas, é rápida em curto sobretudo na saída de bola e tem a ambição face ao golo que somente têm os 9 e {trataremos} de tirar o maior rendimento possível para que some ao plantel/elenco. Deve ser uma mais, também não mais que isso mas dar ao coletivo e a exigência aos poucos com um período de adaptação ao futebol europeu no qual ela notará mudanças, sobretudo a nível físico».

As notícias mais...