Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 26 de septembro de 2017

O Villanovense afina face ao golo perante o {Ilipense}

A equipa de Iván Ania, enormemente superior desde o início (1-6)

E. P.
14/09/2017

 

Não há nada como soltar-se face ao golo para ver cada vez mais claro o caminho até a baliza. Após vencer ao {Jumilla} no domingo passado (2-0), o Villanovense continua apontando cada vez melhor e ontem conseguiu uma cómoda vitória num amistosos/jogo particular disputado na vizinha Zalamea de la Serena face ao {Ilipense} por 1-6.

O clube {serón} tinha sido convidado para disputar o Troféu {Baltasar} Pérez, para o qual não se tinha encontrado boa data em pré-época. No entanto, a Iván Ania gostou de a ideia de elevar o nível do habitual ‘{partidillo}’ de entre semana e também aproveitou para dar minutos aos jogadores menos habituais.

O choque em si não teve demasiada história, com a distância quanto a qualidade quando se enfrentam uma equipa de Segunda B e outro da Primeira Extremenha. Ania alinhou de início a Joaquín, Arroyo, {Espín}, Gonzalo, Pablo Molina, {Farfán}, {Kamal}, {Osterholm}, {Jacobo}, Luis García e Pedro Beda.

Já aos dois minutos de começar o jogo/partido Pedro Beda adiantou a seu plantel/elenco. Arroyo poria o 0-2 antes do descanso/intervalo, mas o {Ilipense} reduziu distâncias seguidamente aproveitando um livre direto. Não teve mais sobressaltos para o Villanovense, que conseguiu o 1-3 por mediação de {Osterholm} ({min}. 52). Pedro Beda repetiu no 63, o mesmo que o sueco no 77. A conta a fechou Luis García no 85.

As notícias mais...