Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 18 de janeiro de 2018

Um gigante chamado {Enric} Galego

O ponta catalão, que se tornou no primeiro azul-vermelho em fazer {triplete} em Segunda B, conseguiu em Córdoba o hat-trick mais rápido de um avançado/ponta de lança em Espanha no que vai de curso. Sua elevada altura (1,91 metros) não lhe impede ser um atacante habilidoso

RODRIGO MORÁN deportes@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
09/01/2018

 

Marca {Gio} {Zarfino} aos cinco minutos de reiniciar-se a segunda parte e se levanta Manolo Ruiz do banco para pedirle a um seus futebolistas que intensifique o aquecimento. É {Enric} Galego, quem três minutos depois, justo no 53 de jogo, se despoja da sweatshirt e luzindo o ‘15’ na {zamarra} se dispõe a estriar-se com o Extremadura. Ganhava 0-1 por nessa altura seu plantel/elenco perante um Córdoba B que lhe estava pondo em embaraços. E nessa altura, começou o {show} do ‘Gigante’.

Lhe custou raspar a primeira bola porque entrou num momento de jogo/partido onde o filial {cordobés} procurava recuperar-se do gancho de {Zarfino}. Mas cedo, o gigante ensinou sua pegada/marca. Apenas dez minutos depois, {Borja} mata o couro com o peito num roubo de bola. Jesús Rubio se estica como um pastilha elástica para prolongar a bola que chega a pés de {Kike} {Márquez}. O ‘Toureiro’, com trouxe de luzes, ensina o capote a {Enric}, quem atira o desmarque. O passe de parábola o caça o gigante. Sorteia ao guarda-redes e, de reverso, a liga com a direita. Minuto 63. Primeiro de azul-vermelho.

Apenas três minutos depois, Aitor curta um passe e o converte em assistência a {Enric} Galego. O gigante, escondido na direita, divisa uma lança disfarçada de perna e recorta em seco. Sublime finta. Se acomoda a bola à canhota e carga/carrega a {bayoneta} para fuzilar a média/meia altura. Três minutos. Dobradinha. Que siga/continue a festa.

E claro que ficava mais. Apenas cinco minutos depois, com a defesa aturdida a base de {golpetazos}, o próprio {Enric} Galego lhe rouba a pasta a um central, {enfila} o quadro, mas decide oferecer-lhe o golo a {Kike} {Márquez}. No entanto, o gaditano perde o mano a mano com Alberto. Há até três {rechaces}. ¿E sabem a quem lhe cai a bola? Com efeito. A {Enric} Galego, que quase desde o chão a liga. Hat-trick.

Assim foram os oito vibrantes minutos que necessitou {Enric} Galego para meter-se ao público de Almendralejo no bolso. Os mais de 200 adeptos azuis-vermelhos no Novo {Arcángel} aclamavam a seu novo herói. Um avançado/ponta de lança total.

Completo

Sua elevada estatura (1,91 metros) não impede ver a um avançado/ponta de lança habilidoso e com talento. {Enric} é um ponta repleto de armas. Trata-se de um avançado/ponta de lança com um forte ponto de equilíbrio e muito bem coordenado em suas ações. Face a baliza mostrou-se letal. «É desses dianteiros diretos, que não se complicam e o fazem simples», dizia Manolo Ruiz em sala de imprensa. No prego. Um ponta {finalizador}, cegado na baliza e com um estado de confiança demolidor. Mas há mais. Sua envergadura esconde uma ponta de velocidade mais que aceitável e, especialmente, pronto/inteligente/esperto no desmarque. Sabe cair bem às grupos e é forte de costas para baliza. E ainda que não teve tempo de exibir seu poderio aéreo, em {Cornellá} já fê-lo. Leva 21 golos em 20 partidos.

A exibição de {Enric} Galego saltou ontem a vários meios nacionais e foi o espanto da imprensa especializada e sector digital que faz um seguimento contínuo à Segunda B.

{Enric} Galego anotou o hat-trick mais rápido no que vai da época em Espanha e entrou na história do Extremadura ao ser o primeiro jogador que faz um {triplete} em Segunda B.

A hobby/adeptos do Extremadura tem motivos para iludir-se. O ‘Gigante’ {Enric} Galego promete fortes emoções.

As notícias mais...