Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017

Triunfo sem paliativos da {UPP}

O Plasencia consegue uma nova goleada e se {aúpa} ao liderança do grupo

ABEL HERNÁNDEZ deportes@extremadura.elperiodico.com PLASENCIA
11/09/2017

 

Victoria sem paliativos de um Plasencia (4-0) que na tarde noite de ontem mostrou-se como um sério candidato/candidata a lutar pela liga, com um futebol de alto nível e com uns jogadores seriamente comprometidos e duma qualidade contrastada que faz com que a hobby/adeptos, que ontem excedeu o milhar, comece a sonhar.

O jogo/partido começou elétrico e já ao primeiro minuto o {Iberitos} Santa {Amalia} pôde adiantar-se mercê a um erro defensivo que aproveitou Juanjo Serrano para rematar a bola que repeliu Alex com fortuna. Respondeu ao minuto seguinte Karim para os locais, mas Valentín se jogou o tipo para conseguir enviar a pontapé de canto. Os visitantes não esconderam as suas pretensões, que não foram outras que conseguir que seu rival não manobrasse com facilidade. Com um 4-5-1 definido, deixando a Miguel em solitário no ataque e tentar procurar as contras.

Ainda assim os de {Pastelero} com infinita paciência tiveram o controlo absolutos, embora sem atemorizar em excesso ao objetivo/meta David. O primeiro tanto/golo chegou mesmo de maneira inesperada já que Dani Mateos num tentativa de enviar um centro à área dispara desde 35 metros e a bola realiza uma parábola que surpreende a todos introduzindo's na rede. Este 1-0 era justo resultado com o que se chegou no descanso.

Após a reiniciação a constante foi uma sucessão de ocasiões de Plasencia, que descaradamente mostrou seu arsenal, aos 46 minutos foi {Aarón} quem de cabeça e após pontapé de canto enviou fora por pouco, no 47 foi {Manu} {Moreira} quem disparou solucionando David em dois tempos. Os únicas aproximações do {Iberitos} foram a bola desempregado/parado em sendas faltas que lançou {Moruno}, a primeira alto e a segunda a {despejó} de punhos {Álex}.

OUTRA VEZ {AARÓN} / O rigor defensivo dos visitantes foi {decreciendo} e o Plasencia foi {agigantando} ainda mais. {Amine} de livre direto no 58 enviou roçando o pau, no 60 {Manu} {Moreira} lançou um sapatada com {marchamo} de golo que {despejó} não sem problemas David e {Henares} no 64 obrigou também a intervir ao objetivo/meta. Tanto/golo foi o cântaro à fonte que o final era de prever. No 77 Dani Mateos centrou desde a direita para que {Aarón} controlasse no ponto de grande penalidade e com o exterior batesse a David, seu quarto golo em liga em dois partidos. Este 2-0 fez {fenecer} definitivamente ao Santa {Amalia} e ainda mais quando Karim a centro de {Cifuentes} pôs o 3-0 no eletrónico. O laço final o pôs um histórico da Ou.P. Plasencia, Rubén {Borrallo} que acabava de saltar ao terreno de jogo anotou de livre direto e de maneira {inapelable} o 4-0.

O Plasencia dorme líder, circunstância que não se recordava na cidade do Jerte desde há anos. A próxima jornada se rende visita a Don Benito.

{up} {plasencia} 4

santa {amalia} 0

3Goles: 1-0: {min}.39, Dani Mateos; 2-0: {min}: 77 {Aarón}; 3-0: {min}.80 Karim e 4-0: {min}.88, {Borrallo}.

3Árbitro: Muñoz García. Amarela ao local {Durántez} e aos visitantes Santi, Juanjo e Valentín.

3Estadio: Cidade Desportiva.

3Espectadores: 1.000.

3UP Plasencia: {Álex}, Dani Mateos, Álvaro Juanals, {Álex} Jiménez, {Pascu}, {Durántez} ({Borrallo}, {min}.84), {Amine}, {Aarón} (Sergio Sánchez, {min}.80), {Cifuentes}, {Manu} {Moreira} e Karim.

3Iberitos Santa {Amalia}: David, Sergio, Santi, Valentín, {Moruno}, Rico, {Pla} ({Chinito}, {min}.63), Juanjo Serrano, {Anxo}, {Carlinos} ({Álex}, {min}.52) e Miguel ({Alan}, {min}.84).

As notícias mais...