Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

«Temos que polir detalhes», afirma o capitão do Cáceres

Luis Parejo faz autocrítica, mas acredita que a equipa trabalha bem e a dinâmica não é má

J. J. T. deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
06/11/2019

 

Os últimos segundos foram «um {cúmulo} de despropósitos», reconhece Luis Parejo, capitão do Cáceres Património, sobre/em relação a o final do jogo/partido perante o Ourense. Mas a lição está aprendida «e não a voltar a acontecer», assegura. O conjunto/clube verde-negro fez exame de consciência, tem revisto uma e outra vez o vídeo do encontro e tem tomado boa nota. «Somos muito autocríticos, mas não só/sozinho nas derrotas», enfatiza o estremo, «também nas vitórias. Estamos constantemente trabalhando para melhorar, porque sempre se pode fazer um pouco/bocado melhor».

Apesar do duro golpe final perante o Ourense, Parejo não dúvida que a equipa está a trabalhar bem e que a dinâmica é boa. «Mais que uma derrota por mérito do rival foi por demérito nosso, por isso temos que ser ainda mais autocríticos».

O Cáceres irá a Lleida com vontade de deixar atrás o sucedido. E de fazer pagar os pratos quebrados ao conjunto/clube catalão. Curiosamente esta época a equipa verde-negro está obtendo melhores resultados a domicílio (dois vitórias em três partidos) que no Multiusos (um triunfo em quatro encontros). Não acredita o capitão que seja um problema de pressão, já que tanto/golo a derrota de domingo como a anterior contra Palma se produziram por pequenos detalhes. «Não acredito/acho que nos sintamos com mais pressão de ganhar aqui em casa e por isso estejamos jogando pior, simplesmente se deram assim os resultados», diz taxativo.

BOA LINHA DE TRABALHO / «Esperemos que Lleida pague esses pratos quebrados, mas não por vontade de desforra, mas porque depois de/após ter facto/feito um {grandísimo} trabalho como fizemos perante Maiorca e não se viu recompensado com a vitória sim que pudemos ganhar em Lugo e continuamos com essa tendência de bom trabalho perante Ourense, que outra vez ficou sem recompensa... Se a equipa continua a trabalhar como até agora {ganaremos} em Lleida, só/sozinho temos de polir os detalhes», explica o capitão verde-negro.

O Lleida, que também perdeu no domingo (80-61 contra o líder {Carramimbre} Valladolid) soma três vitórias (como o Cáceres) e três derrotas, uma menos que os verde-negros, já que ainda têm pendente o jogo/partido correspondente à quarta jornada contra o Oviedo, que se jogará o 3 de Dezembro. Tem ganho os dois encontros que jogou como local mais o da primeira jornada em Corunha.

As notícias mais...