Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017

A seleção espanhola quer abrir a porta das medalhas perante Alemanha

O base {Schoreder} é o grande perigo do conjunto/clube germano (17.45 horas)

RICARDO MOLINELLI (EFE) ESTAMBUL
12/09/2017

 

A seleção espanhola espera poder/conseguir abrir a porta das medalhas do {Eurobasket} 2017, para o que terá que superar hoje a Alemanha no jogo/partido de quartos-de-final (17.45 horas, Quatro). As duas equipas chegam em bom momento, Espanha após superar a Turquia num jogo/partido duro, trapalhão, tático, com ambiente adverso que soube submeter com rigor defensivo e Alemanha, depois de/após fazer o próprio com França, bronze no último campeonato.

«Vai ser um jogo/partido muito duro, fisicamente é uma equipa grande, com muitos jogadores de grande tamanho e muitos qualificados para meter tiros/lançamentos de três pontos. Nos {enfrentamos} dois dos melhores equipas defensivos de toda a competição e é óbvio pensar que ambos conseguirão diminuir a anotação média/meia do rival», disse Scariolo, que acrescentou que «entrar na luta pelas medalhas é motivação suficiente».

«Nossa tarefa deve ir em dois direções, manter a {Schroeder} num nível de anotação normal/simples, mas sobretudo tentar que a defesa sobre/em relação a ele não nos custe demasiado em termo de faltas e assistências. É quase infalível desde o tiro livre mas temos de limitar que gere jogo», salientou.

Sergio Scariolo já qualificou a {Schroeder} de «indefensável, nalgumas ocasiões», pela sua qualidade técnica e velocidade, embora também é verdade que, às vezes, o jogador {peca} de individualismo e precipitação.

As notícias mais...