+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Reflexões ao ‘{sunrise}’

 

LUIS PAREJO Capitán del Cáceres Patrimonio
14/05/2020

{Interrumpo} meu treino {mañanero} para partilhar com vocês umas reflexões. Apenas posso escrever pelo {tembleque} que tenho nos dedos e braços, {intentaré} que não se note muito… ¡{Ah}!, que isto está escrito/documento a computador. Perdão, é muito precoce… {jaja}. Som as 7:12, me tenho sentado entre série e série a descansar, ouvindo os primeiros cantos dos «{apitos}», como diz {Celia}. Parece que hoy o sol estará um pouco/bocado oculto entre as nuvens, mas seguro que assomam uns raios de luz de vez em quando.

Esta noite {Celia} pedia outra ronda de tapas, se vê que se tinha ficado com fome ontem à noite. O abacate, tomate, {champiñones}, omeleta e não sei quantas peças de fruta parece que não eram suficientes, por isso me pediu uma dose de ‘{jibia} à ferro de engomar/assadeira, às 5:10, vamos, o que vem sendo um mamadeira noturna.

Aproveitando que me tinha que levantar tenho decidido preparar-me um café e pôr-me a funcionar. Não sei se já o partilhei com vocês, mas ¿{sabéis} o que é que amanheça enquanto fazes desporto? A mim me dá uma energia bruta, adoro. E em verão nem vos conto. Quando estamos em Almería sempre vamos a {Carboneras}, um povo/vila costeiro (que por certo, lhe devo uma coluna a minha outra Gata, ¿não? meu Cabo de Gata). Ali adoro madrugar para ir a correr e fazer desporto na praia bem cedinho, que se bata a areia pelo suor… {jajaja}. ¡{Buah}, que {flipe}! E depois {bañito}… ¡{Uf}! Não quero nem pensar se poderei voltar a fazer isso este verão, espero que sim.

Faço outra série e {vuelvo}…

Já estou por aqui. Ao que ia, que me perco pelas ramos… Estava a pensar em se verdadeiramente vale a pena seguir/continuar trabalhando e treinando, fazer estes esforços sem ter a certeza de que vamos a voltar, nem quando. ¿Vocês que {creéis}? ¿Porque é que e por quem {entrenamos}? ¿Com que objetivo {entrenamos}? Eu acredito/acho que um deve treinar para estar o melhor e mais preparado possível para enfrentar-se a qualquer cenário que venha. Nosso corpo é nossa ferramenta de estreitamente e, como já vos disse em anteriores colunas, se não a cuidamos/tratamos de nós ¿quem fá-lo-á?

Acredito/acho que só/sozinho há uma faceta onde os jogadores devemos ser egoístas e essa faceta é o estreitamente. Devemos ser egoístas desde/a partir de o ponto de vista que ninguém trabalhe mais que tu. Não o {permitas}. Dá teu máximo e se {has} chegado até aqui ou lá, quando {llegues} poder/conseguir estar orgulhoso do que {has} conseguido. Naturalmente devemos ser também ambiciosos, mas que essa ambição e inconformismo não nos leve a subvalorizar-nos ou toldar-nos a vista e não dar-nos o valor que merece estar onde {estás}.

Muitas pessoas me diz «¿porque é que {sigues} treinando se a liga provavelmente não se reinicie?». Outros tantos não me o dizem mas seguro que o pensam. Continuo/sigo treinando, primeiro, porque adoro, e segundo, porque um jogador profissional o é durante toda sua corrida/curso, ou pelo menos o deve tentar, estando em época ou não. Outro dia vos {contaré} como som os verões e o tempo de ‘descanso/intervalo’ entre épocas, que muitas vezes se faz mais longo/comprido do desejado.

#{YoMeQuedoEnCasa} com minhas movidas {mañaneras}… {jajaja}.