+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

{Palencia}, contigo começou (quase) tudo faz meio ano

O rumo do Cáceres Património da Humanidade mudou com a vitória do passado mês de Abril numa campo/pista com um ambiente genial

 

Para o lembrança 8 Imagem do jogo/partido do passado Abril. - {FEB}

{Ambientazo} 8 Vista geral do pavilhão {palentino} durante o encontro de ontem à noite. - J. Ou.

JAVIER ORTIZ
06/12/2019

5 de Abril deste mesmo ano e o Cáceres Património da Humanidade, incrustado na zona de descida/desmpromoção, visitava a um dos grandes favoritos, o {Trapa} {Palencia}. E conseguiu ganhar, contra tudo prognóstico (70-76), abrindo assim uma positiva rajada que tem ligado a passada época, manutenção incluída, com a atual, quando a aspiração passou a ser entrar nos ‘{playoffs}’.

Ontem à noite se cumpriu justo meio ano daquela noite mágica, com um tripla decisiva de Luis Parejo que fez relembrar ao que conseguiu anos antes perante o Guadalajara para selar o promoção à LEB Oro.

Os dados são surpreendentes: desde então, o conjunto/clube extremenho tem disputado 17 partidos com um balanço de 10 vitórias e 7 derrotas. Especialmente bom foi o processo nos encontros fora de casa, habitual {talón} de {aquiles} da equipa: só/sozinho se perdeu em Melilla (duas vezes) e ontem por muito pouco/bocado, num emotivo desenlace após 45 minutos.

Assim é que muitos verde-negros, passasse o que passasse ontem, já lhe têm tomado um carinho eterno ao afetado Pavilhão Municipal de Desportos de {Palencia}, um recinto coquete e exemplar onde a hobby/adeptos aperta à brava. A recente reforma o deixou perfeito e além disso foi acompanhada por um {rebautismo} necessário, sendo apagado o nome da atletismo local Marta Domínguez, que passou de ídolo a trapaceira.

A proverbial frieza climatológica da cidade --com um centro urbano muito limpo e {armónico}– não foi para tanto/golo, ajudados todos pela potente aquecimento da campo/pista.

Mas se temos de falar de temperatura, melhor referir-se à da hobby/adeptos {palentina}. Ocupou quase a totalidade das 5.000 localidades do lotação e não ficou simplesmente vendo basquetebol: apoiou a morte a seu plantel/elenco, gerando um ambiente excecional. Difícil é medirlo, mas se não é a melhor atmosfera que se gera cada jornada na LEB Oro lhe falta muito pouquinho. É um projeto que vai até em cima com {uan} cidade {volcada}.

Muito quentes, mas muito desportivos, usufruindo de um jogo/partido desses que resultam difíceis de esquecer. Se não ascende o {Palencia} --se lhe pode pedir à vista da qualidade de sua plantel/quadro-- será um prazer voltar aqui a próxima época.