Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 26 de septembro de 2017

O Moralo decide na reta final

Jorge Cano no 85 e {Yoni} no 90 marcam os golos perante o Aceuchal

A. VILLALOBOS (ÁREA 11)
11/09/2017

 

Terceira derrota do Aceuchal, que aguentou e complicou ao Moralo, que teve que esperar até os minutos finais para levar-se uma vitória que lhe mantenha com plenário/pleno de triunfo (0-2). Apesar de seguir/continuar virgem quanto a pontos até à data, a imagem do quadro {piporro}, sobretudo no segundo ato, deixou bom sabor de boca na paróquia local e não pôde assinar umas tábuas que tivessem decretado uma sentença justa no litígio de ontem.

Apenas posto o objeto redondo em circulação/trânsito, a luz, o coração e as opções se tingiram de branco. Os de {Diosdado} saíram como {rocinantes} desbocados, sem correias. Circulações de apenas 5-10 toques e já estavam na fronteira morala. O primeiro dentada em carne alheia, embora sem sangue, chegou num tiro de {Castañeda} de rosca desviado ({min}.4).

O MORALO GANHA TERRENO / O Moralo sem pressa, mas sem pausa, foi ganhando alma, {yardas} e posse mudando o decorado no relva. Jovem desdobrava músculo, mas seu remate se afastou do objetivo ({min}.15). A réplica branca não se fez de rogar e era Iván quem procurou o milagre desde a {lontananza} ({min}.17). O quadro visitante insistia e teve que desdobrar suas asas Sergio para evitar o {martillazo} de {Yoni} no equador do primeiro ato. Sem apenas reposta do susto a tropa branca, Rolo assinava um passe atrás diante da chegada como um búfalo de Ferreiro que aqueceu a Sergio. O duelo desceu seu tom genérico e tudo era um quero e não posso. E até ao água intermédia, a última notícia digna de resenha foi um tímido {testarazo} de {Álex} às mãos de {Pedraza}.

Incendiou o banco {Diosdado} dando {carrete} a {Quintana} e {Peñato} mas água. Outra vez o Moralo contemplava a situação, todos ao {acecho} e a procurar esse buraco por onde {horadar}. O relógio de areia seguia/continuava seu curso e sem ocasiões diáfanas por nenhum bando…. Uma galopada de {Peñato} pelo faixa de rodagem toureiro aterrava sobre/em relação a {Quintana} e sua bomba a apagava milagrosamente {Pedraza} ({min}.65).

Com mais ruído que nozes avançava o choque e era o revezo de Ourives que apertou o pé, acelerou como um raio, mas na diagonal da área seu tiro ia ao {garete} ({min}.76). Morria o duelo e quando tudo estava predestinado às tábuas, um clarão de Cano e a renda sobre/em relação a a sino de {Yoni} decretaram um veredito algo injusto sendo equânimes na narração.

{aceuchal} 0

moralo 2

3Goles: 0-1: minuto 85, Jorge Cano. 0-2: minuto 90, {Yoni}.

3Árbitro: David Brito Regadera. Mostrou cartão amarelo aos locais {Álex}, Iván, Pablo Platero; e aos visitantes Lolo, {Pinilla} e Dani Herrero.

3Estadio: Municipal.

3Espectadores: 100.

3Aceuchal: Sergio; {Samuel} Furtado, {Álex}, Iván, Dani Arrabal, Cristian, Jesús Maya, Pablo Platero, {Edu} ({Peñato}, {min}. 46), Carlos Castañeda (Isidro Quintana, {min}. 46) e Rafa Carvajal ({Sebas}, {min}. 82).

3Moralo: {Pedraza}; Jorge Cano, Lolo, Dani Herrero, {Yoni}, Pintado ({Nobela}, {min}. 92), Rolo, Sergio Gómez, {Pinilla}, Iván Sánchez (Salas, {min}. 69) e Jovem (Alberto, {min}. 91).

As notícias mais...