Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

{Miriam} Casillas irá a Tóquio numa etapa «muito mais madura» que em Rio 2016

A de Badajoz destaca o calor e a humidade como fatores chave nos Jogos

E. P. BADAJOZ
06/11/2019

 

La {triatleta} de Badajoz {Miriam} Casillas, classificada já para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, reconheceu ontem que enfrenta a próxima cita/marcação/encontro olímpica numa etapa «muito mais madura» que em sua experiência nos passados Jogos de Rio de Janeiro e que «o mais significativo» da corrida/curso de Tóquio serão «30 graus com um 90 por cento de humidade» juntamente com um circuito de bicicleta «muito treinador».

«Se calhar não pude chegar [a Rio 2016] em meu melhor momento de forma; portanto aqui o objetivo era tentar classificar-me tão cedo quanto possível e por isso meter-me um pouco/bocado a sova neste ano de viagens e competições para poder/conseguir prepará-lo duma forma mais adequada», detalhou ontem após um encontro no Câmara Municipal De Badajoz com o presidente da Câmara Municipal, Francisco Fragoso.

Desta forma, continuo, seu objetivo atualmente é descansar para posteriormente começar a treinar e preparar «o melhor possível» seus dois dias de competição, na prova individual e na de substituições, em relação a cujo percurso/percorrido explicou que uma de suas provas objetivo para neste ano foi a teste de Tóquio, realizada um ano antes que a competição olímpica baixo/sob/debaixo de as mesmas circunstâncias de corrida/curso e circuito e «mais ou menos» a mesma climatologia. Preparar-se para o calor e a humidade, diz, será uma das chaves.

As notícias mais...